???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/1001
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Escola Pública e Relações Étnico-Raciais: o papel da Psicologia
Other Titles: Public School and Ethnic-Racial Relations: role of Psychology
???metadata.dc.creator???: Feldmann, Mariana 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Guzzo, Raquel Souza Lobo
???metadata.dc.contributor.referee1???: Godoy, Eliete Aparecida de
???metadata.dc.contributor.referee2???: Campos, Alessandro de Oliveira
???metadata.dc.description.resumo???: Este trabalho parte da necessidade de compreender como as Relações Étnico-Raciais são estabelecidas dentro de uma escola pública. Por meio da inserção da pesquisadora no ECOAR (Espaço de Convivência, Ação e Reflexão), projeto psicossocial na escola pública, a pesquisa teve como objetivo acompanhar, descrever e analisar o cotidiano da escola tomando como referência as relações étnico-raciais e mapear as ações que são realizadas diante da Política Pública. Partindo das contribuições teóricas da Psicologia Histórico Cultural, Psicologia e as Relações Étnico-Raciais, Psicologia Crítica e do Materialismo Histórico Dialético, entendemos a constituição do sujeito a partir das dimensões histórica, cultural e social. Trata-se de uma Pesquisa Ação-Participação que utilizou como fontes de informação: 1) Projeto Político Pedagógico; 2) Site da Prefeitura Municipal e Site do programa MIPID; 3) Mapeamento com os estudantes; 4) Diários de Campo elaborados pela equipe ECOAR 5) Expressões dos estudantes a partir das atividades realizadas pelo projeto ECOAR. A análise das fontes de informação foi realizada a partir da Análise Construtiva-Interpretaria. Os resultados encontrados demonstraram o racismo e discriminação sofridos pelos estudantes; a violência vivida, naturalizada e reproduzida no cotidiano da escola; a falta de interesse e conhecimento das origens dos próprios estudantes; a dificuldade na compreensão da importância da discussão das Leis 10.645 e 11.645 e de como trabalhar essa questão na escola; a importância de discutir a história de vida dos estudantes. A partir dos resultados encontrados, foi possível traçar algumas ações para o enfrentamento do racismo e as outras formas de violência encontradas, assim como a importância da Psicologia para o acompanhamento do desenvolvimento de crianças e jovens na escola.
Abstract: This work is based on the need to understand how Ethnic-Racial Relations are established within a public school. Through the researcher’s insertion in the ECOAR (Space of Coexistence, Action and Reflection), a psychosocial project in the public schools, the research had the objective of accompanying, describing and analyzing the daily school life, taking as a reference the ethnic-racial relations, thus making possible the mapping of actions which are carried out in congruence with Public Policy. Stemming from the theoretical contributions of Cultural Historical Psychology, Psychology, and Ethnic-Racial Relations, Critical Psychology and Historical Dialectical Materialism, we understand the constitution of the subject from the historical, cultural and social dimensions. It is an Action-Participation Research that utilized as sources of information: 1) Political Pedagogical Project; 2) City Hall website and MIPID program website; 3) Mapping with students; 4) Field Diaries prepared by the ECOAR team 5) Expressions of the students from the activities carried out by the ECOAR project. The analysis of the sources of information was carried out from the Constructive-Interpretive Analysis. The results demonstrated the presence of racism and discrimination, violence lived, naturalized and reproduced daily in the school environment; the lack of interest and knowledge of the origins of the students themselves; the difficulty in understanding the importance of discussing Laws 10.645 and 11.645 and how to work this aspect in school; the importance of discussing the students' life history. From the results found, it was possible to outline actions to address racism and other forms of violence encountered, as well as demonstrate the importance of Psychology for monitoring children and youth development in school.
Keywords: Psicologia na Escola; Psicologia e Relações Étnico-Raciais; Racismo.
School Psychology; Psychology and Ethnic-Racial Relations; Racism.
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA DO ENSINO E DA APRENDIZAGEM::PROGRAMACAO DE CONDICOES DE ENSINO
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
???metadata.dc.publisher.initials???: PUC-Campinas
???metadata.dc.publisher.department???: CCV – Centro de Ciências da Vida
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Citation: Feldmann, Mariana. Escola Pública e Relações Étnico-Raciais: o papel da Psicologia. 2017. 171p. Dissertação( Programa de Pós-Graduação em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas-SP.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/1001
Issue Date: 12-Dec-2017
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Psicologia - Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MARIANA FELDMANN.pdf2.74 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.