???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/1021
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Fruição e autorregulação: a literatura infantil como meio para o desenvolvimento das crianças
Other Titles: Fruition and self-regulation: children's literature as a means for the development of children
???metadata.dc.creator???: Koide, Adriana Batista de Souza 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Tortella, Jussara Cristina Barboza
???metadata.dc.contributor.referee1???: Rocha, Maria Silvia Pinto de Moura Librandi da
???metadata.dc.contributor.referee2???: Fuentes, Sonia
???metadata.dc.description.resumo???: Literatura infantil e educação são instâncias que se completam na formação da criança pequena. Por meio da literatura infantil é possível promover aprendizagens que a criança levará consigo para toda a vida. Nesse contexto, trazemos uma pesquisa descritiva, com abordagem qualitativa, a partir das perspectivas teóricas de Piaget, Bandura e Feuerstein. O objetivo geral do estudo consiste em compreender como utilizar a literatura infantil para promover estratégias da autorregulação com crianças de dois a seis anos, sem que a mesma perca seu espaço de fruição. Os instrumentos de pesquisa foram organizados para atender aos seguintes objetivos específicos: i) planejar, desenvolver e avaliar uma formação continuada para os educadores envolvidos, no decorrer do ano de 2015, tendo como temática a literatura infantil, a autorregulação e a mediação do professor; ii) compreender critérios de escolha dos livros infantis pelos educadores e quais práticas pedagógicas os integrantes da formação continuada consideram como as mais adequadas para promover a autorregulação e a fruição; iii) socializar entre a equipe as práticas e experiências mais relevantes, indicadas pelos participantes; iv) analisar o que relatam as professoras sobre a literatura infantil como fruição e como meio para desenvolver as competências da autorregulação em crianças de dois a seis anos no contexto observado e v) verificar se é possível a harmonia entre a literatura infantil como arte formativa e como meio pedagógico na Educação Infantil. Participaram do estudo 12 professoras que atuavam em classes multisseriadas da Educação Infantil, atendendo 354 crianças de 2 a 6 anos. Os instrumentos utilizados foram registros do diário de campo da formação continuada, da pesquisadora e das professoras participantes, observações de práticas e entrevistas. Para a compreensão do material empírico utilizou-se a análise de conteúdo. Os resultados obtidos demonstram que a criança pequena consegue, por meio da literatura infantil, autorregular pensamentos, sentimentos e ações, desde que inserida em uma aprendizagem mediada por um professor que tenha os conhecimentos necessários para desenvolver atividades abertas para a fruição, para a reflexão e para o pensamento crítico. Nossas análises indicam que o diálogo mediado, depois da intervenção planejada para a harmonia entre deleite e aprendizagem, foi a prática pedagógica mais assertiva para promover a autorregulação, com crianças de todas as turmas investigadas. Nesse sentido, salientamos que a formação docente foi essencial para o desenvolvimento da pesquisa, preponderando o fato de que não seria possível o exercício da profissão docente com plenitude no contexto estudado se não houvesse para isso um conhecimento formativo inicial ou continuado. Concluímos que o incentivo em novas pesquisas e em formações docentes sobre a temática escolhida se fazem urgentemente necessários, para que seja possível avançar em estudos que invistam na capacidade das crianças pequenas e na formação de professores para a infância, campos ainda pouco explorados no meio acadêmico.
Abstract: Children's literature and education are instances that complete the development of small child. Through children's literature it´s possible to promote learning that child will carry on for life. Considering this background, a descriptive research with a qualitative approach is presented from the theoretical perspectives of Piaget, Bandura and Feuerstein. The overall aim is to understand how to use children's literature in order to promote self-regulation strategies with children from two to six years without losing its enjoyment space. Research instruments were organized to meet the following specific aims: i) to plan, develop and evaluate a continued training for teachers involved, during 2015 with the theme children's literature, self-regulation and learning mediation; ii) to understand the selection criterion of children's books by educators and which pedagogical practices members of the continued formation considered the most appropriate to promote self-regulation and fruition from the children's literature; iii) to socialize with team the most relevant practices and experiences indicated by participants; iv) to analyze what was reported by teachers on children's literature as fruition and as a means for develop self-regulation skills in children from two to six years; v) to verify if it’s there is harmony between children's literature as a formative art and as pedagogical use in unison on early childhood education. Twelve teachers who worked in multigrade classes from kindergarten serving 354 children aged 2 to 6 years were study participants. The instruments used were field diary records of continued formation, researcher and participating teachers, observations of practices and interviews. For the understanding of the empirical material were used the content analysis. The results obteined show that the small child can self-regulate thoughts, feelings and actions by means of children's literature since it is inserted in a learning process mediated by a teacher who develop activities guided to fruition, for reflection and critical thinking. This analyzis indicates that mediated dialogue after the planned intervention for harmony between pleasure and learning was the most assertive activity to promote self-regulation with children of all investigated groups. In this sense, we emphasize that teacher education was ssential for the developement of research, preponderating the fact that it would not be possible to exercise the teaching profession with fullness in the context studied if there was no initial or continuous training knowledge. The conclusion is that the incentive for new researches and teacher training on the chosen subject is urgently needed, so that you can advance studies to invest in the capacity of small children and in the training of teachers for childhood, a barely explored field in academia.
Keywords: Literatura infantil; Fruição; Autorregulação; Formação de Professores; Educação Infantil.
Children's Literature; Fruition; Autoregulation; Teacher training; Child education.
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::ENSINO-APRENDIZAGEM::METODOS E TECNICAS DE ENSINO
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
???metadata.dc.publisher.initials???: PUC-Campinas
???metadata.dc.publisher.department???: CCHSA – Centro de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citation: Koide, Adriana Batista de Souza. Fruição e autorregulação: a literatura infantil como meio para o desenvolvimento das crianças. 2016. 276p. Dissertação( Programa de Pós-Graduação em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas - SP.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/1021
Issue Date: 15-Dec-2016
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação - Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ADRIANA BATISTA DE SOUZA KOIDE.pdf2.33 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.