???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/1047
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Zonas Climáticas Locais e a relação com a morfologia urbana. Estudo de caso: Campinas/SP.
???metadata.dc.creator???: Monteiro, Verônica Stefanichen 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Pezzuto, Claudia Cotrim
???metadata.dc.contributor.referee1???: Bettine, Sueli do Carmo
???metadata.dc.contributor.referee2???: Masiero, Erico
???metadata.dc.description.resumo???: A investigação em termos de intensidade e padrões de espacialização da temperatura do ar e superficial se faz relevante uma vez que o processo de urbanização vem alterando os padrões de ocupação do solo nas grandes cidades associados às diferentes variáveis de composição destas superfícies. O presente estudo tem como objetivo investigar a distribuição espacial da temperatura do ar e superficial e dos padrões de uso e ocupação do solo em uma área de estudo no município de Campinas – SP, Brasil. Foi definida uma área de estudo considerando um dos eixos de expansão da cidade de Campinas (Centro-Norte), que incluem amostragens de diferentes padrões que caracterizam o uso e a ocupação do solo do município. A metodologia utilizada para esta pesquisa foi a coleta de dados com medidas móveis e fixas contemplando a estação do inverno. O levantamento de dados foi baseado na metodologia de classificação das Zonas Climáticas Locais, que descreve a forma urbana em 03 critérios: cobertura da superfície, propriedades dos materiais de construção e geometria da superfície. Os maiores ganhos de calor na transição dos períodos medidos se apresentam em áreas com características distintas. Para o período das 09h às 15h, a LCZ 86 a qual possui um dos maiores índices de área permeável (18,17%) e fator de visão do céu acima de 0,80. No período das 21h às 09h, a LCZ 31, que possui o menor percentual e área permeável (0,57%) e o maior de área edificada (58,06%). Por fim, os resultados obtidos evidenciaram uma variação do comportamento dos dados climáticos coletados entre diferentes Zonas Climáticas Locais caracterizadas, sendo no período de aquecimento, relatada a maior amplitude térmica, 2,1ºC.
Abstract: The investigation in terms of intensity and spatial and air temperature spatial patterns becomes relevant as the urbanization process has been changing soil occupancy patterns in the big cities associated to the different compositional variables of these surfaces. The present study aims to investigate the spatial distribution of air and surface temperature and patterns of land use and occupation in a study area in the city of Campinas - SP, Brazil. A study area was defined considering one of the axes of expansion of the city of Campinas (Center-North), which includes samplings of different patterns that characterize the use and the occupation of the soil of the municipality. The methodology used for this research was the data collection with mobile and fixed measures contemplating the winter season. The data collection was based on the classification methodology of the Local Climate Zones, which describes the urban form in 03 parameters: surface coverage, properties of building materials and surface geometry. The biggest heat gains in the transition of measured periods occur in areas with different characteristics. For the period from 09h to 15h, the LCZ 86 which has one of the highest indexes of permeable area (18.17%) and sky view factor above 0.80. In the period from 21h to 09h, the LCZ 31, which has the lowest percentage and permeable area (0.57%) and the largest of built area (58.06%). The results obtained evidenced a variation of the behavior of the climatic data collected between different local climatic zones characterized, being in the period of heating, reported the greater thermal amplitude, 2,10ºC.
Keywords: Zonas Climáticas Locais; Transectos móveis climáticos; Clima urbano
Local Climate Zones; Mobile climate measures; Urban climate
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMO::PROJETO DE ARQUITETUTA E URBANISMO::PLANEJAMENTO E PROJETO DO ESPACO URBANO
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
???metadata.dc.publisher.initials???: PUC-Campinas
???metadata.dc.publisher.department???: CEATEC – Centro de Ciências Exatas, Ambientais e de Tecnologias
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Sistemas de Infraestrutura Urbana
Citation: Monteiro, Verônica Stefanichen. Zonas Climáticas Locais e a relação com a morfologia urbana. Estudo de caso: Campinas/SP.. 2018. 164p. Dissertação( Programa de Pós-Graduação em Sistemas de Infraestrutura Urbana) - Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas-SP.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/1047
Issue Date: 26-Feb-2018
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Sistemas de Infraestrutura Urbana - Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VERONICA STEFANICHEN MONTEIRO.pdf11.89 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.