???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/1095
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Diálogos entre saber técnico e vivência territorial – investigando práticas colaborativas para formação de comunidades
Other Titles: Dialogues between technical knowledge and territorial experiencing – analyzing collaborative practices for the construction of communities
???metadata.dc.creator???: Alves, Alexandre Fernandes Alessio 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Santos Junior, Wilson Ribeiro dos
???metadata.dc.contributor.referee1???: Bueno, Laura Machado de Mello
???metadata.dc.contributor.referee2???: Moreira, Tomas Antonio
???metadata.dc.description.resumo???: Estratégias da política pública de habitação foram, do Banco Nacional da Habitação na década de 1960 ao Programa Minha Casa Minha Vida nos anos 2000, desenhadas predominantemente pelo que se referiu aqui como mirada tradicional – alinhadas ao paradigma epistemológico dominante e orientadas efetivamente para produção de unidades habitacionais, mas não para formação de comunidades. O estudo de caso do Residencial Sirius se encontrou na área de intersecção do Programa Minha Casa Minha Vida com a Estratégia para Desenvolvimento Integrado e Sustentável de Territórios, lançada em 2014 pelo Governo Federal com o objetivo de promover o desenvolvimento socioterritorial em empreendimentos pré-selecionados. A dupla atuação do autor como agente técnico e pesquisador permitiu exercitar a observação participante no território e com os moradores locais, lançando ao objeto de estudo a mirada referida como dialógica – vinda pelo paradigma do pensamento complexo, onde sujeito e objeto são interlocutores e se relacionam de forma recíproca. A mirada dialógica foi caracterizada pela articulação entre saber técnico e vivência territorial, ancorada na análise urbanística integrada e na experiência vivencial. A pesquisa propôs refletir sobre as contribuições do arquiteto urbanista em processos colaborativos e participativos para formação de comunidades, bem como sobre a importância da experiência vivencial para os programas de formação em arquitetura e urbanismo. Os resultados obtidos apontaram limitações práticas da Estratégia para Desenvolvimento Integrado e Sustentável de Territórios frente a impactos contraditórios do Programa Minha Casa Minha Vida na promoção habitacional para a demanda prioritária.
Abstract: From the Banco Nacional da Habitação (National Bank for Housing) in 1960’s to the Minha Casa Minha Vida Program (My House My Life Program), public policy’s strategies for housing development have been designed mainly through what it was referred to as traditional lenses – aligned with the dominant epistemological paradigm and aimed to the production of housing units, but not to the construction of communities. The study case of Residencial Sirius was found at the intersection between Minha Casa Minha Vida Program and the Estratégia para Desenvolvimento Integrado e Sustentável de Territórios (Integrated and Sustainable Territorial Development Strategy), inaugurated in 2014 for promoting socioterritorial development at preselected residential neighborhoods. Working from a dual role perspective as a technical agent and a researcher, it was possible to practice participant observation at the territory and with local dwellers, approaching Sirius through what it was referred to as dialogical lenses – based on theories of complex thinking, where subject and object are interdependent and relate in a reciprocal manner. This dialogical approach was characterized by articulating technical knowledge with territorial experiencing, anchored to integrated urban analysis and participant observation. The research expected to stimulate reflections on the role of architects and urbanists in processes for the construction of communities, as well as on the importance of territorial experiencing for architecture and urbanism training programs. Results indicated practical limitations of the Estratégia para Desenvolvimento Integrado e Sustentável de Territórios considering contradictory impacts of Minha Casa Minha Vida Program on priority housing development for low income families.
Keywords: Urbanismo colaborativo; Programa Minha Casa Minha Vida; Desenvolvimento integrado e sustentável; Observação participante; Formação de comunidades; Residencial Sirius
Collaborative urbanism; Minha Casa Minha Vida Program; Integrated and Sustainable Territorial Development; Participant observation; Construction of communities; Residencial Sirius
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMO::PROJETO DE ARQUITETUTA E URBANISMO
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
???metadata.dc.publisher.initials???: PUC-Campinas
???metadata.dc.publisher.department???: CEATEC – Centro de Ciências Exatas, Ambientais e de Tecnologias
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo
Citation: Alves, Alexandre Fernandes Alessio. Diálogos entre saber técnico e vivência territorial – investigando práticas colaborativas para formação de comunidades. 2018. 216p. Dissertação( Programa de Pós-Graduação em Urbanismo) - Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas-SP.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/1095
Issue Date: 19-Feb-2018
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo - Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ALEXANDRE FERNANDES ALESSIO ALVES.pdf11.57 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.