???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/1178
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: A experiência parental de casais homoafetivos: uma abordagem psicanalítica
Other Titles: The parental experience of homoaffective couples: a psychoanalytic approach
???metadata.dc.creator???: Ribeiro, Letícia Jóia 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Granato, Tania Mara Marques
???metadata.dc.contributor.referee1???: Cury, Vera Engler
???metadata.dc.contributor.referee2???: Moraes, Cleber José Aló de
???metadata.dc.description.resumo???: Diferentes configurações familiares têm surgido na esteira das transformações sociais nas relações interpessoais e familiares que marcam a contemporaneidade. Entre os novos arranjos familiares, a família homoparental é a que mais desafia o modelo hegemônico heteronormativo, uma vez que a capacidade parental dos pais acaba sendo associada à sua orientação sexual. Diante desse cenário de preconceito e discriminação, o objetivo desse trabalho foi investigar os sentidos afetivo-emocionais da experiência parental de casais homoafetivos. Partimos de uma abordagem qualitativa de pesquisa fazendo uso do método psicanalítico, tendo em vista seu potencial para acessar os sentidos da conduta humana. Como recurso investigativo foi utilizada uma Narrativa Interativa, história fictícia elaborada pela pesquisadora em torno do drama de um casal homoafetivo em suas primeiras experiências com a parentalidade. Seis casais homoafetivos com filhos, sendo três masculinos e três femininos, participaram deste estudo, sendo entrevistados em suas residências. Os encontros foram registrados sob a forma de Narrativas Transferenciais compondo com as Narrativas Interativas o corpus da pesquisa. A análise do material narrativo resultou em dois campos de sentidos afetivo-emocionais, além de um subcampo, os quais traduzem dramaticamente a experiência parental dos participantes. O campo “Que família é essa?” comunica o estranhamento que a família homoparental desperta no outro em decorrência de uma visão social heteronormativa, enquanto o campo “A gente dá conta” aborda as produções dos participantes que fazem referência à capacidade pessoal para o exercício da parentalidade, assim como o desafio apresentado pelo terceiro que está implicado na concepção do(a) filho(a) do casal. O subcampo “O amor tudo cura” acrescenta um elemento de esperança ao projeto parental, além de situar a parentalidade em termos de vinculação afetiva e não conforme laços de consanguinidade. Ainda presos à lógica heteronormativa, os casais homoafetivos exploram possibilidades de exercer a parentalidade de modo criativo e espontâneo sem que a busca de aceitação social se converta em submissão do self.
Abstract: Different family configurations have arisen in the wake of social transformations in the interpersonal and family relations that mark contemporaneity. Among new family arrangements, the homoparental family is what challenges the most the hegemonic heteronormative model, since their parental capacity ends up being associated with their sexual orientation. Given this scenario of prejudice and discrimination, this work’s objective was to investigate the affective-emotional senses of parental experience of homoaffective couples. The investigative resource used was the qualitative approach of Interactive Narratives, a fictional story elaborated by the researcher around the drama of a homoaffective couple in their first experiences with parenting. Six homoaffective couples with children, three males and three females, participated in this study, with the interviews taking place in their homes. The meetings were recorded via Transferential Narratives, composing the corpus of research along with the Interactive Narratives. The analysis of the narrative material resulted in two fields of affective-emotional senses, as well as a subfield, which dramatically translate the participants' parental experience. The field "What is this family?" communicates the strangeness that the homoparental family awakens in others due to heteronormative social visions, while the "We can handle it" field deals with the productions of the participants that refer to their capacity for exercise of parenting, as well as the challenge presented by the third party who is involved in the conception of the couple's child. The subfield "Love Cures All" adds elements of hope to the parental project, in addition to situating the parenting in terms of affective attachment and not according to consanguinity. Still bound to the heteronormative logic, homoaffective couples explore possibilities of exercising parenthood in a creative and spontaneous way without the search for social acceptance becoming the submission of the self.
Keywords: Homoparentalidade; Psicanálise; Narrativa Interativa.
Homoparenthood; Psychoanalysis; Interactive Narrative.
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA SOCIAL
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
???metadata.dc.publisher.initials???: PUC-Campinas
???metadata.dc.publisher.department???: CCV – Centro de Ciências da Vida
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Citation: Ribeiro, Letícia Jóia. A experiência parental de casais homoafetivos: uma abordagem psicanalítica. 2018. 147p. Dissertação( Programa de Pós-Graduação em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas-SP.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/1178
Issue Date: 11-Dec-2018
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Psicologia - Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LETÍCIA JÓIA RIBEIRO.pdf1.37 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.