???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/1224
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: O uso de fantoches e a construção de narrativas por crianças da educação infantil
???metadata.dc.creator???: Araujo, Marcela Aparecida Moreira 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Rocha, Maria Silvia Pinto de Moura Librandi da
???metadata.dc.contributor.referee1???: Tortella, Jussara Cristina Barboza
???metadata.dc.contributor.referee2???: Pinto, Glaucia Uliana
???metadata.dc.description.resumo???: Trata-se de uma pesquisa qualitativa realizada com uma turma de 19 crianças, pertencentes a uma escola privada de Educação Infantil. O material empírico foi produzido pela proposição de atividades de leitura e de reconto de histórias. Foram realizados dez encontros, dos quais participaram as crianças, com idade entre 3 e 4 anos, sua professora e a pesquisadora. Para cada encontro escolhia-se um livro e era contada a sua história, utilizando-se também do apoio de fantoches que representavam os personagens principais e que foram especialmente produzidos para a atividade. Posteriormente à leitura, as crianças eram divididas em grupos; solicitava-se que elas recontassem a história, primeiramente sem nenhum apoio e, num segundo momento, dando-lhes a oportunidade de utilizarem os fantoches para a construção de suas narrativas. Fundamentando-nos na teoria Histórico-cultural, inicialmente o foco estava em analisar os usos que as crianças faziam dos fantoches, ou seja, verificar se e como eles interferiam na construção de suas narrativas e se poderiam ser considerados um recurso mediador para a memória e para a imaginação. Na medida em que o trabalho analítico foi sendo realizado, mostraram-se também muito relevantes as mediações da pesquisadora e dos colegas para o desenvolvimento das narrativas produzidas. Por esta razão, o objetivo central desse trabalho é investigar se e como o uso de fantoches e a presença de mediações de adultos e pares enriquecem as construções narrativas de crianças da Educação Infantil, através do possível desenvolvimento das funções psíquicas superiores, com foco na memória e na imaginação. Todos os encontros foram vídeo-filmados e áudio-gravados para possibilitar uma análise mais minuciosa dos resultados. As análises permitiram-nos identificar que os instrumentos mediadores, em especial os fantoches, acompanhados de uma mediação intencional da pesquisadora e da mediação dos colegas, além de aumentarem a motivação das crianças para recontarem as histórias, afetaram, positivamente, a estrutura das narrativas: as crianças usamnos para sustentar os enredos (ora reforçando o que foi dito, ora como elemento complementar ao texto, narrando mais coisas através da linguagem gestual); criam e incluem mais personagens (de maneira coerente com o argumento central das histórias); experimentam diferentes vozes (narrador e personagens); constroem diálogos entre personagens; atribuem características psicológicas aos personagens; alteram o direcionamento das narrativas... Esperamos que estes resultados contribuam para o que se tem refletido sobre a importância da literatura infantil, da construção de narrativas por crianças pequenas e do desenvolvimento das funções psíquicas, evidenciando a importância de uma permanente reflexão sobre as práticas pedagógicas em especial na Educação Infantil.
Abstract: This is a qualitative research performed with a class of 19 children, from a private nursery school. The empirical material was produced with the proposition of reading activities and storytelling. Ten meetings were held, with the participation of children aged between 3 and 4 years old, their teacher and the researcher. For each meeting a book was chosen and its history told, using the support of puppets who represented the main characters specially produced for the activity. After reading, the children were divided into groups; they were asked to recount the story, first without any support and, secondly, giving them the opportunity to use the puppets on the construction of their narratives. Based on the Historical-cultural theory, initially, the focus was on analyzing the use that children were doing of puppets, that is, to verify if and how the puppets interfered in the construction of the children's narratives and if the puppets could be considered as a mediating resource for memory and imagination. As the analytical work was being carried out, It got very relevant the mediations of the researcher and colleagues to the development of the narratives produced. For that reason, the central objective of this work is to verify if and how the use of puppets and the presence of adults and peer mediators enrich the narrative constructions of children from Nursery Education, through the possible development of higher psychic functions, focusing on memory and imagination development. All meetings were video-filmed and audio-recorded to enable a more thorough analysis of the results. The analyzes allowed us to identify that the mediating instruments, especially the puppets, accompanied by an intentional mediation of the researcher and the influence of the colleagues, increases children's motivation to recount the stories, positively, affected the structure of the narratives: the children use them to support the plots (sometimes reinforcing what It was said, and other times as a complementary element to the text, narrating more things through the corporal language); They create and include more characters (coherently with the storyline); They experience different voices (narrator and characters); build dialogues between characters; attribute psychological characteristics to the characters; alter the direction of narratives... We hope that these results contribute to the importance of children's literature, the construction of narratives by small children and the development of psychic functions, highlighting the importance of a permanent reflection on pedagogical practices, especially in the Childhood Education.
Keywords: Literatura infantil; Memória mediada; Imaginação; Prática-pedagógica; Teoria Histórico-cultural.
Literatura infantil; Memória mediada; Imaginação; Prática-pedagógica; Teoria Histórico-cultural.
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
???metadata.dc.publisher.initials???: PUC-Campinas
???metadata.dc.publisher.department???: CCHSA – Centro de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citation: Araujo, Marcela Aparecida Moreira. O uso de fantoches e a construção de narrativas por crianças da educação infantil. 2019. 139f. Dissertação( Programa de Pós-Graduação em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas-SP.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/1224
Issue Date: 21-Feb-2019
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação - Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MARCELA APARECIDA MOREIRA ARAUJO.pdf4.84 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.