???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/1265
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Envolvimento paterno com filhos em idade pré-escolar
Other Titles: Parental involvement with preschool children
???metadata.dc.creator???: Bortotto Junior, Ataliba 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Enumo, Sônia Regina Fiorim
First advisor-co: Andrade, André Luiz Monezi
???metadata.dc.contributor.referee1???: Gaspardo, Cláudia Maria
???metadata.dc.contributor.referee2???: Tedrus, Gloria Maria de Almeida Souza
???metadata.dc.description.resumo???: O envolvimento paterno na criação e educação dos filhos tem impacto no desenvolvimento de rotinas e comportamentos saudáveis da criança, sendo um fator de proteção do desenvolvimento infantil contra problemas de comportamento, como a agressividade, além de promover competências sociais e cognitivas, a segurança, a autoestima, a independência e a estabilidade emocional. O envolvimento ou engajamento paterno é definido como a participação e a preocupação contínua do pai biológico ou substituto como o desenvolvimento e bem-estar físico e psicológico de seus filhos. São poucos os estudos no país que avaliam o envolvimento paterno por meio de instrumentos quantitativos, destacando-se o Questionnaire d’Engagement Paternel/Questionário de Envolvimento Paterno (QEP), adaptado para a população brasileira. Este estudo teve por objetivo analisar o envolvimento paterno em pais com filhos entre 4 e 6 anos de idade. Trata-se de uma pesquisa com delineamento transversal, correlacional, com uma amostra de conveniência. A coleta de dados foi realizada em cinco pré-escolas municipais de duas cidades do interior do Estado de São Paulo. Participaram 90 pais (figura masculina), com idade entre 18 e 72 anos (M = 36,8 anos; DP = 9,1), casados (76,7%); católicos (51,1%), com Ensino Médio (55,6%), empregados (86,7%) e com nível socioeconômico classificado baixo (55,6%). Os pais responderam, individualmente, a Ficha de Caracterização do Participante da Pesquisa, com o Critério de Classificação Socioeconômica Brasil, dados pessoais e familiares, e o QEP. Esta é uma escala de seis pontos, ponderados para cinco pontos, com 36 itens, que avalia os cuidados paternos diretos e indiretos de seus filhos, classificando os resultados em cinco dimensões – Cuidados Diretos e Indiretos, Suporte Emocional, Evocações, Disciplina, Jogos Físicos e Abertura ao Mundo. Foram feitas análises estatísticas descritivas e inferenciais (p < 0,05). A amostra apresentou maiores médias em Suporte Emocional (M = 3,94; DP = 0,90) e Evocações (M = 3,84; DP = 0,96), indicando um envolvimento paterno pouco frequente (duas a três vezes por mês), e menor média em Cuidados Diretos e Indiretos (M = 3,27; DP = 0,93), diferentemente de outros estudos. Houve diferenças significativas no domínio Jogos Físicos e Abertura ao Mundo para filho único e do sexo masculino, confirmando outros estudos. O Suporte Emocional e Evocações foram significativamente maiores para filhos mais novos. Não houve correlações entre o envolvimento paterno e a idade do pai, seu estado civil (casado ou solteiro), religião, estar ou não empregado. Observou-se correlação forte entre Suporte Emocional e Evocações, indicando que apoiar o filho diante de dificuldades associa-se a lembrar da criança quando não está presente. A aplicação do QEP em uma amostra de pais de duas cidades de São Paulo contribui para o conhecimento sobre o envolvimento paterno na população brasileira.
Abstract: Parental involvement in rearing and education of children has an impact on the development of healthy routines and behaviors of the child, being a factor of protection of the child development against behavior problems, such as aggressiveness, besides promote social and cognitive skills, safety, self-esteem, independence and emotional stability. Parental involvement or engagement is defined as the involvement and continued concern of the biological or substitute parent as the development and physical and psychological wellbeing of their children. There are few studies in the country that evaluate paternal involvement through quantitative instruments, especially the Questionnaire d'Engagement Paternel / Questionnaire on Parental Involvement (QEP), adapted for the Brazilian population. This study aimed to analyze the paternal involvement of a sample of parents with children between 4 and 6 years of age. It is a cross-sectional, correlational, research with a convenience sample. Data collection was performed in five pre-schools in two cities in the interior of the State of São Paulo. Ninety fathers (male figure), aged between 18 and 72 years (M = 36.8 years, SD = 9.1), married (76.7%) participated; high school (55.6%), employed (86.7%) and socioeconomic level classified in social classes C or D (55.6%). The parents individually answered the Characterization Form of the Research Participant, with the Socioeconomic Classification Criteria Brazil, personal and family data, and the QEP. This is a six point scale, weighted to five points, with 36 items, that assesses the direct and indirect paternal care of their children by categorizing the results into five dimensions – Direct and Indirect Care, Emotional Support, Evocations, Discipline, Physical Play and Openness to the World. Descriptive and inferential statistical analyzes were performed (p < 0.05). The sample presented higher averages in Emotional Support ((M = 3.94; DP = 0.90) and Evocations (M = 3.84; DP = 0.96), indicating an infrequent paternal involvement (two to three times a month) and lower averages in Direct and Indirect Care (M = 3.27; DP = 0.93), unlike other studies in the area. There were no correlations between paternal involvement and the father's age, marital status (married or single), religion, whether or not employed, gender or age of the child, except in the areas of Physical Play and Openness to the World, who presented significant correlations when the child was male, confirming other studies. There was a strong correlation between Emotional Support and Evocations, indicating that supporting the child in the face of difficulties is associated with remembering the child when he is not present. The application of QEP in a sample of parents from two cities of São Paulo contributes to the knowledge about the paternal involvement in the Brazilian population.
Keywords: Paternidade; Educação Infantil; Relações Pai-Filho
Paternity; Child Education; Father-Son Relationship
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO HUMANO
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
???metadata.dc.publisher.initials???: PUC-Campinas
???metadata.dc.publisher.department???: CCV – Centro de Ciências da Vida
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde
Citation: Bortotto Junior, Ataliba. Envolvimento paterno com filhos em idade pré-escolar. 2019. 126f. Dissertação( Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde) - Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas-SP.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/1265
Issue Date: 19-Jun-2019
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde - Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ATALIBA BORTOTTO JUNIOR.pdf6.17 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.