???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/1278
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: O sentimento trágico e o sentido religioso em Miguel de Unamuno.
Other Titles: The tragic sense and the religious sense in Miguel de Unamuno.
???metadata.dc.creator???: Oliveira, Anderson da Silva 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Zuben, Newton Aquiles von
???metadata.dc.contributor.referee1???: Boas, Alex Vicentim Villas
???metadata.dc.contributor.referee2???: Gonçalves Júnior, Arlindo Ferreira
???metadata.dc.description.resumo???: A presente pesquisa aborda questões referentes à relação entre o religioso e os ideais seculares da modernidade no que diz respeito à demanda por sentido pessoal para a vida. Busca-se, pois, situar o lugar próprio do religioso no contexto da modernidade a partir da resposta que proporciona para a questão do sentido pessoal da vida. Para tal finalidade, utilizamos como referência a obra filosófica de Miguel de Unamuno, visando, ademais, demonstrar a atualidade da filosofia da religião do pensador e poeta espanhol do começo do século XX. Dentre a vasta produção escrita de Unamuno, a sua obra capital Del sentimiento trágico de la vida (1912) é tomada como o fio condutor para uma análise crítica dos pressupostos básicos da modernidade. Depois de contextualizar seu pensamento filosófico, faz-se uma análise de sua crítica da modernidade, que se fundamenta na crise de sentido e do niilismo gerados pelo excesso de confiança na razão técnico-científica, vivenciados pelo próprio filósofo. Para resolver a questão elaborou-se um estudo da exigência de finalidade da consciência para o mundo e da busca de concretização histórica de tal finalidade por meio do conceito unamuniano de pessoa. A concepção teleológica da consciência, elaborada por Unamuno, coloca a necessidade de sentido para a existência no plano afetivo da vida humana. A consciência da morte desperta o sentimento trágico da vida levando a questão do sentido da vida para a esfera do religioso. O homem busca um sentido último para a vida, pois a questão da finalidade de sua existência é no fundo o problema do destino de sua consciência pessoal após a morte. Desse modo o religioso é definido por Unamuno como o econômico-transcendental, isto é, como o cuidado pelo porvir da consciência pessoal após a morte. Constata-se, assim, o acento antropológico do pensamento religioso de Unamuno, que enraíza o sentimento religioso no anseio de imortalidade, o desejo de não morrer do homem. Deus é apresentado como a substantivação deste sentimento religioso, que é o sentimento de finalidade transcendente da vida humana, pois somente Ele poderia salvar o homem de vir a ser nada, isto é, do desaparecimento de sua consciência pessoal após a morte. Sendo, pois, uma questão irracional, que contraria os dados da razão objetiva, o religioso só pode ser sentido pelo homem moderno a partir de uma fé agônica que vive, pela palavra poética, a contradição entre sua esperança e os dados da razão científica. Para Unamuno somente esta fé, que reabilita o caráter poético do discurso moderno, pode responder à demanda por sentido global para a vida do homem moderno.
Abstract: This research addresses questions concerning the relationship between the religious and the secular ideals of modernity with regard to the demand for personal meaning for life. Therefore, we seek to place the proper place of the religious in the context of modernity from the answer he provides to the question of the personal meaning of life. For this purpose, we use as a reference the philosophical work of Miguel de Unamuno, in order to demonstrate the current religious philosophy of the Spanish thinker and poet of the early twentieth century. Among Unamuno's wide written production, his capital work The Tragic Sense of Life (1912) is taken as the guiding thread for a critical analysis of the basic assumptions of modernity. After contextualizing his philosophical thinking, an analysis is made of his critique of modernity, which is based on the crisis of meaning and nihilism generated by the overconfidence in technical-scientific reason experienced by the philosopher himself. To solve the question, a study was made of the demand for the purpose of consciousness for the world and the search for the historical realization of this purpose through the unamunian concept of person. Unamuno's teleological conception of consciousness places the need of meaning for existence on the affective level of human life. Awareness of death arouses the tragic feeling of life by bringing the question of the meaning of life to the religious dimension. Man seeks for an ultimate meaning for life since the question of the purpose of his existence is at bottom, the problem of the fate of his personal consciousness after death. Therefore, the religious is defined by Unamuno as the economic-transcendental, that is, as caring for the future of personal consciousness after death. It is found the anthropological accent of Unamuno's religious thought, which roots religious feeling in the yearning for immortality, the man's desire not to die. God is presented as the substantiation of this religious feeling, which is the feeling of transcendent purpose in human life, because only He could save man from becoming nothing, that is, from the disappearance of his personal consciousness after death. Being, therefore, an irrational question, which contradicts the data of objective reason, the religious can only be felt by modern man from an agonic faith that lives, by the poetic word, the contradiction between his hope and the data of scientific reason. For Unamuno, only this faith, which rehabilitates the poetic character of modern speech, can answer the demand for global meaning for the life of modern man.
Keywords: Unamuno, Miguel de (1864-1936); Fenômeno religioso; Modernidade; Filosofia da Religião; Linguagem; Epistemologia.
Unamuno, Miguel de,1864-1936; Religious phenomenon; Modernity; Philosophy of Religion; Language; Epistemology.
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::TEOLOGIA
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
???metadata.dc.publisher.initials???: PUC-Campinas
???metadata.dc.publisher.department???: CCHSA – Centro de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião
Citation: Oliveira, Anderson da Silva. O sentimento trágico e o sentido religioso em Miguel de Unamuno.. 2019. 123f. Dissertação( Programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião) - Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas-SP.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/1278
Issue Date: 27-Jun-2019
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião - Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ANDERSON DA SILVA OLIVEIRA.pdf1 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.