???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/159
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Ser líder: um estudo fenomenológico de depoimentos
Other Titles: Being a leader: a phenomenological study of verbal reports
???metadata.dc.creator???: Schette, Fatima Rosely 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Cury, Vera Engler
???metadata.dc.contributor.referee1???: Coda, Roberto
???metadata.dc.contributor.referee2???: Amatuzzi, Mauro Martins
???metadata.dc.description.resumo???: Este estudo tem por objetivo descrever as vivências emocionais de pessoas que exercem cargo de liderança em uma organização. Os dados foram obtidos através de entrevistas individuais, com perguntas abertas, dirigidas a três diretores de uma empresa pública de pesquisa tecnológica, dotados de perfil profissional com potencial intelectual e acadêmico superiores. A pesquisa é qualitativa, tendo sido adotado o método fenomenológico proposto por Giorgi (1985), constando de passos que levam a uma estruturação do vivido em relação ao exercício da liderança. Os depoimentos foram estimulados por três perguntas disparadoras quanto ao desenvolvimento profissional desses líderes, dificuldades e facilidades nas suas trajetórias até os postos ocupados, e como eles se sentem atualmente frente às exigências do cargo. Os resultados encontrados, quando comparados com a literatura pesquisada, permitem concluir que o exercício da liderança é a vivência de uma experiência complexa, onde surgem satisfações quando se atingem metas propostas e cooperação da equipe, e frustrações quando ocorre o contrário. Daí a necessidade dos líderes compreenderem a importância, e procurarem lidar adequadamente, com as emoções presentes nas relações interpessoais. Ser líder exige do profissional dedicação, contínuo desenvolvimento pessoal e profissional, além de atitudes proativas frente às oportunidades de crescimento. Propicia visão e controle do todo da organização e exige incentivo constante à sua equipe de trabalho. A organização, por sua vez, deve estar apta a contribuir para o suporte operacional ao líder em suas atribuições, principalmente através de programas de treinamento e desenvolvimento profissional. Esse estudo visa prestar uma contribuição à atuação dos profissionais de psicologia e de administração de recursos humanos, na medida em que evidencia a importância de se olhar o líder através de seu próprio referencial, e a partir deste, definir as formas mais adequadas para promover seu desenvolvimento, consideradas as dimensões pessoal e profissional.
Abstract: The objective of this study is to describe the emotional experiences of persons who hold leadership roles in an organization. The data were obtained from private, individual interviews, during which some requests were made to three managers of a public institution of technological research, endowed with professional profiles of superior intelectual and academic potential. The research is qualitative, adapting the phenomenological method proposed by Giorgi (1985), that consists of steps conducting to a structure of the experience in relation to being a leader. The statements were estimulated by three questions, concerning their professional growth, difficulties and facilities in their trajectory and how they have been living through the demands derived from their functions. The results when compared to the available literature on other researches, permit to conclude that being a leader is a complex lived experience; satisfactory when the proposed goals are achieved and there is actual team cooperation, but when the opposite occurs it can turn into a very deep frustration. Therefore, the leaders should be able to understand the importance of the emotions present in their interpersonal relationships and find more adequate ways of dealing with them. Being a leader demands dedication continuous personal and professional development, and also efficient attitudes toward the opportunities for growth. It makes possible an overall perspective and some control over the whole organization and requires constant positive feedback being given to his work team. The organization should be able to contribute with operational support to the leaders concerning their functions, mainly by providing training programs toward professional development. This research intends to bring a contribution to psychologists and other human resources administrators since it emphasizes the importance of considering leadership from the standpoint of the concrete experience of a person who is functioning as a leader and based on it, define more adequate forms to promote his growth, considering professional and personal dimensions.
Keywords: liderança
desenvolvimento gerencial
desenvolvimento organizacional
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
???metadata.dc.publisher.initials???: PUC-Campinas
???metadata.dc.publisher.department???: CCV – Centro de Ciências da Vida
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Citation: SCHETTE, Fatima Rosely. Ser líder: um estudo fenomenológico de depoimentos. 1999. 121 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas, 1999.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/159
Issue Date: 12-Feb-1999
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Psicologia - Mestrado

Files in This Item:
File SizeFormat 
Fatima Schette.pdf458.01 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.