???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/169
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Vivências cotidianas de mães de crianças enuréticas
Other Titles: Daily experiences of mothers of enuretic children
???metadata.dc.creator???: Oliveira, Jena Hanay Araujo de 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Carvalho, Regina Maria Leme Lopes
???metadata.dc.contributor.referee1???: Fadden, Maria Adelia Jorge Mac
???metadata.dc.contributor.referee2???: Yoshida, Elisa Medici Pizao
???metadata.dc.description.resumo???: Este estudo visa investigar, conhecer e descrever as vivências cotidianas de mães de crianças enuréticas, considerando: os cuidados diários com os filhos, as vivências emocionais da mãe e da família, o tipo de ajuda procurada, as dificuldades encontradas na ajuda aos filhos e os aspectos sociais envolvidos. A técnica utilizada para a coleta dos dados foi a entrevista clínica. A análise foi qualitativa, tendo como suporte o referencial psicanalítico. A pesquisa foi realizada com uma população de baixa renda em Campinas/SP. Os resultados mostram que a enurese confirma-se como um fator desconfortável, que gera estigmas sociais e familiares, prejudicando o desenvolvimento psicossocial da criança. Contudo, não é o principal alvo de preocupação das mães com os filhos, sendo o assunto central a apreensão quanto à sobrevivência básica da família. Dentre os conflitos percebidos nas mães, com relação à enurese, estão: a sensação de mal estar que a urina provoca, a experiência de enurese na infância, a dificuldade na relação com os filhos, problemas conjugais e familiares. Além desses aspectos, existe uma angústia quanto à figura de mãe, havendo uma fantasia de ser uma mãe boa ou má. Os mecanismos de defesa utilizados são: projeção dos aspectos considerados como hostis, negação e cisão, dissociação e polarização dos afetos. A dinâmica psíquica inconsciente percebida nas mães pode gerar uma conduta inconsistente em suas atitudes com os filhos, pois são punitivas e impacientes em algumas ocasiões, ou tolerantes e permissivas em outras, o que faz com que a criança, por sua vez, tenha dificuldades de internalizar a noção de limites. Este tipo de conduta pode interferir no desenvolvimento emocional da criança, reforçando assim a enurese. É necessário acolher e orientar essas mães, para que elas se organizem melhor e aprendam a reconhecer suas limitações e conflitos, a fim de ajudar os filhos a lidar com as suas dificuldades. A pesquisa mostra a necessidade de ações preventivas e de promoção da saúde, que sejam adaptadas a essa população.
Abstract: This study aims to investigate, know and describe the daily experiences of mothers of enuretic children, considering: everyday care with their children, the emotional experiences of mothers and families, the type of help they search, the difficulties they find when trying to help their children and the social aspects involved. The technique used for collecting the data was clinical interviewing. It was a qualitative analysis, using the psychoanalytical referential as a support. The research was performed with a low-income population in Campinas/SP. The results confirmed the enuresis as an uncomfortable factor, which generates social and family stigmas and harm the psychosocial development of the child. However, it is not the main concern of mothers regarding their children, as the major issue was their apprehension about the basic survival of their families. Among the conflicts faced by mothers regarding enuresis are the feeling of unease caused by urine, the experience of enuresis in the childhood, the difficulties in the relationship with their children, as well as marital and family problems. In addition, there is a great anguish concerning the mother figure, a fantasy about being good or bad mothers. The defense mechanisms used are: projection of aspects regarded as hostile, denial and schism, disassociation and polarization of affection. The unconscious psychic dynamics detected in the mothers may cause an inconsistent behavior in their attitudes towards their children, since they are punishing and impatient at times, and tolerant and permissive at other times, making it hard for the child to internalize the concept of limits. This kind of behavior may interfere with the emotional development of the child, reinforcing the enuresis. It is necessary to shelter and counsel these mothers, so that they can better organize themselves and acknowledge their limitations and conflicts, in order to help their children handle their problems. The research shows the need for preventive measures as well as health promoting actions adapted to that population group.
Keywords: enurese
cuidados maternos
psicanálise infantil
prevenção
enuresis
maternal care
child psychoanalysis
prevention
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
???metadata.dc.publisher.initials???: PUC-Campinas
???metadata.dc.publisher.department???: CCV – Centro de Ciências da Vida
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Citation: OLIVEIRA, Jena Hanay Araujo de. Vivências cotidianas de mães de crianças enuréticas. 2002. 188 p. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas, 2002.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/169
Issue Date: 13-Dec-2002
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Psicologia - Mestrado

Files in This Item:
File SizeFormat 
Jena Hanay Mestrado.pdf793.14 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.