???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/171
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Crianças pré-escolares e prisão paterna: percepção de familiares
Other Titles: Pre-school children and the paternal prison: perception of family members
???metadata.dc.creator???: Beckman, Marcia Valeria Reis 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Guzzo, Raquel Souza Lobo
???metadata.dc.contributor.referee1???: Zamora, Maria Helena Rodrigues Navas
???metadata.dc.contributor.referee2???: Gobitta, Mônica
???metadata.dc.description.resumo???: Considerando a diversidade e a adversidade dos contextos de desenvolvimento da criança, sobretudo de famílias excluídas sócio-economicamente, esta pesquisa procurou compreender o desenvolvimento de crianças em idade pré-escolar, filhas de presidiários a partir da percepção de familiares. Sendo assim, este trabalho foi organizado em três eixos de discussão: o primeiro tentou entender o sistema prisional por meio da exclusão sócio-econômica, da desigualdade social e da violência urbana, aspectos causados pelo sistema neoliberal; o segundo trouxe os principais conceitos da abordagem ecológica do desenvolvimento humano; e o terceiro, fez um breve histórico da educação pré-escolar e de sua importância como contexto de desenvolvimento humano. Este estudo adotou como metodologia a pesquisa qualitativa, tendo três fontes de coleta de dados: a observação participante, as entrevistas e os diários de campo da pesquisadora. Os participantes desta pesquisa foram quatro crianças e quatro familiares delas. No processo de análise dos dados colhidos, organizamos as informações obtidas em duas partes: a primeira discutiu os resultados obtidos por meio das entrevistas com os familiares das crianças filhas de presidiários; a segunda trabalhou com os dados coletados durante as observações participantes e dos diários de campo da pesquisadora. Os resultados indicaram que a prisão paterna gera impactos no desenvolvimento das crianças, e que a família funciona como fator de risco e de proteção, dependendo da maneira como lida com esta questão. Além disso, percebeu-se que a escola não estava preparada para trabalhar com esta problemática, e, portanto, associava o comportamento agressivo das crianças à situação prisional do pai. E, por fim, evidenciou-se a não existência de políticas públicas voltadas para familiares de presos.
Abstract: This research sought to discuss the paternal influence on the development of preschool age children coming from families that have been socially and economically excluded from society. The work was organized into three focal points: 1) the imprisoning system generated by social exclusion, economical inequality, urban violence and other negative aspects of the neo-liberal system 2) the main ecological approaches regarding human development 3) a brief history of preschool education and its importance in human development. These three points focusing on understand the perception of family members in relation to the lives of pre-school children and the paternal prison. This study was conducted through means of qualitative research; these being the observation of participants, interviews and field diaries from the researchers. The participants in this research were four children and four of their family members. When analyzing the collected data, the information was organized in two parts: 1) the results obtained in the interviews with the family members of kids whose parents were convicts and 2) data collected during the observation of participants and in the researchers field diaries. The results indicated that the paternal prison does impact the development of a child, and that the family can either function as a risk factor or a form of protection depending on the manner in which they deal with the situation. It was also noticed that schools are not prepared to deal with the issue. Surveyed schools associated the child as being simply aggressive towards the parent s condition. Lastly, it was also noted the lack of a public policy towards dealing with the families of convicts.
Keywords: desenvolvimento infantil
prisão
abordagem ecológica
educação infantil
child development
prison
ecological approach
children education
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
???metadata.dc.publisher.initials???: PUC-Campinas
???metadata.dc.publisher.department???: CCV – Centro de Ciências da Vida
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Citation: BECKMAN, Marcia Valeria Reis. Crianças pré-escolares e prisão paterna: percepção de familiares. 2007. 112 p. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas, 2007.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/171
Issue Date: 6-Feb-2007
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Psicologia - Mestrado

Files in This Item:
File SizeFormat 
MARCIA BECKMAN pdf.pdf273.97 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.