???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/269
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Avaliação de mudança em mulheres vítimas de violência
Other Titles: Evaluation of change in women who are victim of violence
???metadata.dc.creator???: Guzzon, Juliana Tavares 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Yoshida, Elisa Medici Pizao
???metadata.dc.contributor.referee1???: Lipp, Marilda Emmanuel Novaes
???metadata.dc.contributor.referee2???: Tardivo, Leila Salomao de La Plata Cury
???metadata.dc.description.resumo???: De acordo com a Organização Mundial da Saúde, a violência é um problema mundial que afeta famílias de todas as culturas, etnias, políticas econômicas e regimes políticos. Mulheres vítimas de violência são assistidas por diferentes instituições com diferentes tipos de intervenção: jurídica, psicológica, social e/ou médica. No entanto, a qualidade e extensão das mudanças que apresentam, em decorrência do auxílio prestado, nem sempre são conhecidas. O objetivo do presente estudo foi o de avaliar aspectos psicológicos de mulheres vítimas de violência no que diz respeito ao estágio de mudança, a qualidade da eficácia adaptativa e a severidade dos sintomas psicopatológicos em mulheres vítimas de violência antes de serem assistidas pelo SOS Ação Mulher e Família e compará-los com os de mulheres que já foram assistidas pela instituição. Metodologicamente o estudo utilizou de delineamento do tipo Cross-Sectional, que se baseia na comparação entre dois grupos em estágios diferentes de um processo desenvolvimental. A amostra foi composta por um Grupo G1(pré-assistência) com nove mulheres em fase inicial de atendimento, idade média=36,7 e DP=8,68; e um Grupo G2 (pós-assistência) de nove mulheres que já haviam concluído atendimento, idade média=41 e DP=11,28. Foram avaliadas individualmente com a Escala de Avaliação de Sintomas EAS-40, Escala de Estágio de Mudança - EEM e Escala Diagnóstica Adaptativa Operacionalizada Redefinida EDAO-R. Todas eram vítimas de agressões físicas e psicológicas recorrentes, em média há 11 anos, perpetrada por parceiro íntimo. Ambos os grupos encontravam-se nos estágios de mudança pré-contemplação (ausência de consciência do problema e de motivação para enfrentá-lo) e contemplação (reconhece o problema, mas sem motivação para enfrentá-lo) de acordo com a EEM. Os sintomas psicopatológicos avaliados com a EAS-40 mantinham-se elevados mesmo após os atendimentos. As participantes do Grupo pós-assistência apresentavam adaptação entre eficaz e ineficaz moderada, enquanto que entre as do Grupo pré-assistência predominaram adaptações ineficazes severa ou grave. As participantes chegam à instituição com vários comprometimentos, com confusão de pensamento, sem saber o que fazer e a quem recorrer, além de se sentirem descrentes de algum tratamento possível. A severidade dos conflitos que enfrentam sugere a necessidade de atendimentos psicológicos semanais de longo prazo (estima-se um mínimo de um ano) para que possam recuperar a auto-estima, auto-confiança e superar valores culturais profundamente arraigados, que as impedem de superar a condição de vitimização à que estão sujeitas.
Abstract: According to World Health Organization, violence is a global problem that affects families of all cultures, ethnicities, politics, economics and political regimes. Women victims of violence are assisted by different institutions with different types of intervention: legal, psychological, social and / or medical. However, the quality and extent of changes that is presented, as a result of assistance provided, are not always recognized. The aim of this study was to evaluate the psychological aspects of women who are victim of violence in relation to the changing stage, the quality of adaptive effectiveness and severity of psychopathological symptoms in women victims of violence before being assisted by SOS Action Woman and Family and compare them to those women who have already been assisted by the institution. Methodologically the study used a randomized cross-sectional type, which is based on a comparison between two groups at different stages of a developmental process. The sample comprised of Group G1 (pre-assistance) with nine women in the initial phase of treatment, average age = 36.7, DP = 8.68, and a Group G2 (pos assistance) of nine women who had already completed treatment, average age=41, DP=11.28. They were evaluated individually with the rating scale of symptoms - EAS-40, Stage of Change Scale - EEM and Operational Adaptive Diagnostic Scale Redefined - EDAO-R. All were victims of repeated physical and psychological aggression, on average 11 years ago, perpetrated by intimate partners. Both groups were in the stages of change Pre-contemplation (lack of awareness of the problem and motivation to face it) and contemplation (acknowledges the problem but has no motivation to face it) according to the EEM. Psychopathological symptoms assessed with the EAS-40 had remained high even after the treatments. The participants of the Group post-assistance displayed adaptation between effective and moderately ineffective, while among the group of pre-assistance predominated severe or serious adaptations. The participants arrived at the institution with multiple impairments, in a confused mental state, not knowing what to do or whom to call, besides feeling skeptical of any possible treatment. The severity of the conflicts they face suggests the need for weekly psychological treatment for the long term (estimated at a minimum of one year) in order to restore self-esteem, self-confidence and overcoming profound cultural values which prevents them from overcoming the condition of victimization to which they are subjected to.
Keywords: violência contra mulher
avaliação psicológica
mudança em psicoterapia
violence against women
psychological evaluation
change in psychotherapy
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
???metadata.dc.publisher.initials???: PUC-Campinas
???metadata.dc.publisher.department???: CCV – Centro de Ciências da Vida
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Citation: GUZZON, Juliana Tavares.Avaliação de mudança em mulheres vítimas de violência. 2011. 70 p. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas, 2011.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/269
Issue Date: 22-Feb-2011
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Psicologia - Mestrado

Files in This Item:
File SizeFormat 
Juliana Tavares Guzzon.pdf1.52 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.