???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/281
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Relações cotidianas, contradições e articulações entre movimentos sociais: um estudo sobre a Flaskô e a Vila Operária e Popular
Other Titles: Quotidian relation, contradictions and articulations between social movements: a study about the Flaskô and the Popular and Worker's Village
???metadata.dc.creator???: Sousa, Caroline Cristiane de 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Bernardo, Márcia Hespanhol
???metadata.dc.contributor.referee1???: Guzzo, Raquel Souza Lobo
???metadata.dc.contributor.referee2???: Scopinho, Rosemeire Aparecida
???metadata.dc.description.resumo???: O surgimento de novos movimentos sociais tem marcado o cenário político nas últimas décadas. A importância desses movimentos se dá na perspectiva em que apresentam novas formas de participação política, com novos atores envolvidos na dinâmica social, questionando as teorias políticas tradicionais e a distribuição de poder na sociedade capitalista. Para compreender as possíveis articulações cotidianas desses novos movimentos sociais foi escolhido um campo de pesquisa que apresenta a coexistência de dois movimentos distintos. O contexto estudado é composto pela Flaskô, uma fábrica que, há oito anos, entrou em processo de falência e foi ocupada por trabalhadores, e também pela Vila Operária e Popular, uma ocupação urbana, formada por um conjunto de moradias, construídas no entorno dessa fábrica. A proposta de ocupação da fábrica, enquanto forma alternativa de produção é sustentada por meio da organização de um movimento social por trabalho, o Movimento das Fábricas Ocupadas. Na Vila Operária e Popular, o debate sobre a proposta de ocupação de espaço urbano e acesso à moradia digna pode ser caracterizado enquanto um movimento social que emerge a partir da organização dessa comunidade e da articulação com os trabalhadores da Flaskô. Com este estudo, buscou-se conhecer o cotidiano de Vila Operária e Popular e as principais formas de atuação dessa comunidade enquanto movimento social por moradia, com o objetivo de compreender as relações estabelecidas com o movimento dos trabalhadores Flaskô e identificar aproximações e distanciamentos entre eles. A pesquisa foi realizada de acordo com os fundamentos do enfoque etnográfico. Assim, foram realizadas observações participantes e registros em diário de campo sobre situações da vida cotidiana no contexto estudado, bem como a observação de outros momentos de interação entre os movimentos sociais, como atividades culturais, de formação política e atos públicos. Também se fez uso de fotografias, que auxiliaram na contextualização do campo pesquisado. Os resultados da pesquisa apontam que os movimentos pesquisados possuem certa independência quanto aos processos de decisão internos, entretanto constituem basicamente uma unidade quando se trata de questões externas, como negociações com o poder público e articulação com outros movimentos sociais. Assim, verificou-se que o surgimento de um novo movimento social de base foi potencializado por meio da articulação com outro mais abrangente, tornando-se parte de uma rede de movimentos mais ampla. Nesse processo articulatório, os movimentos ganham legitimidade na esfera pública e também entre seus participantes, criando referências para a atuação e mobilização cotidiana. Entretanto os conflitos permeiam esse processo de articulação, pois, nem sempre, os interesses convergem no sentido de definir questões prioritárias, as situações que devem ser combatidas e as estratégias a serem utilizadas.
Abstract: The emergence of new social movements is marking the political scenery in the last decades. The importance of these movements is given to the perspective in which are presented new ways of political participation, with new actors involved in the social dynamics, asking for traditional political theories and distribution of the power in the capitalist society. In order to understand the possible quotidian articulations of these new social movements, it was chosen a research field which presents the coexistence of two distinct movements. The studied context consists of the Flaskô, a factory that since eight years went bankruptcy, and it was occupied by workers, and also the Popular and Worker's Village, an urban occupation, constituted by a group of houses that were built in the vicinity of this factory. The factory's occupation proposal, as an alternative production way, is supported through the organization of a social movement for employment, the Occupied Factory Movement. At the Popular and Worker's Village, the discussion about the occupation's proposal of urban area and access to suitable houses may be featured as a social movement which emerges from the organization of this community and articulation with the Flaskô's workers. With this study, it was intended to know the quotidian life of the Popular and Worker's Village and the main actions of that community as a social movement for houses, aiming to understand the established relation with the movement of the Flaskô's workers and to identify approaches and distances between them. The survey was held in accordance with ethnographic focus base. So, participating observations and records were carried out in field diary about the situation of quotidian life in the studied context, as well the observation of other interactions with social movements, such as cultural activities, political formation and public acts. Pictures were also utilized and they helped the contextualization of surveyed field. The survey results indicate that surveyed movements have certain independence in relation to the internal decision processes, however they constitute basically an unit when external questions are dealt, such as negotiations with the government and articulation with other social movements. Therefore it was found that the emergence of a new base social movement was strengthened by means of the articulation with another more comprehensive movement, becoming part of a wider movement network. In this articulation process, the movements get legitimacy in the public sphere and also among their participants, creating references for the quotidian action and mobilization However, conflicts permeate this process because not always the interests converge in order to define priority issues, situations which should be opposed and strategies to be utilized.
Keywords: movimentos sociais
cotidiano
trabalho
fábricas ocupadas
vila operária
moradia
social movements
quotidian life
work
occupied factories
houses
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
???metadata.dc.publisher.initials???: PUC-Campinas
???metadata.dc.publisher.department???: CCV – Centro de Ciências da Vida
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Citation: SOUSA, Caroline Cristiane de. Relações cotidianas, contradições e articulações entre movimentos sociais: um estudo sobre a Flaskô e a Vila Operária e Popular. 2011. 111 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas, 2011.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/281
Issue Date: 13-Dec-2011
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Psicologia - Mestrado

Files in This Item:
File SizeFormat 
Caroline Cristiane de Sousa.pdf960.17 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.