???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/31
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Vila ferroviária Ponte Preta - Campinas, SP passado e futuro
???metadata.dc.creator???: Müller, Christine 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Bittencourt, Luiz Cláudio
???metadata.dc.contributor.referee1???: Correia, Telma de Barros
???metadata.dc.contributor.referee2???: Corrêa, Paulo Roberto
???metadata.dc.description.resumo???: A Revolução Industrial constituiu o inicio de um fenômeno histórico que marcou profundamente uma grande parte da Humanidade, assim como todas as outras formas de vidas existente no nosso planeta e que se prolonga até anos nossos dias. Os vestígios materiais destas mudanças profundas apresentam um valor humano universal e a importância do seu estudo e da sua conservação deve ser reconhecida. A preservação das vilas ferroviárias deve ser motivada pelo fato de, nesses bens, ser reconhecido um significado cultural, seu valor estético e /ou histórico - não se podendo desprezar os valores simbólicos, emocionais, afetivos o que os torna dignos de medidas a fim de que sejam tutelados para as próximas gerações. Ainda, pode ser destacada a preocupação em preservar as vilas ferroviárias como patrimônio histórico através dos processos de tombamentos, considerando não apenas seu valor histórico arquitetônico mas também a ação urbana que possibilita a manutenção dos atuais moradores nos conjuntos residenciais. Um exemplo é a Companhia Paulista de Estradas de Ferro inaugurada em Campinas em 11 de agosto de 1872. O objetivo era construir uma estrada de ferro entre as cidades de São Paulo e Campinas, A Companhia em questão, construiu durante sua existência um total de 1.612 casas ao longo de suas linhas e principais entroncamentos ferroviários. Dentre as vilas ferroviárias construídas pela Companhia Paulista em Campinas, há a Vila localizada no bairro Ponte Preta. Ao longo dos últimos 80 anos, suas residências sofreram inúmeras intervenções por parte de seus moradores, adaptando-as a diversos gostos e necessidades. As casas foram sendo paulatinamente modificadas, com a substituição de diversos componentes construtivos e mesmo com o acréscimo de área construída. Dentro desse contexto, procuramos, conhecer as modificações ocorridas na Vila. Ainda na fase inicial das pesquisas constatamos a deterioração das casas da referida Vila com risco de vida para seus residentes. Assim, dada a importância da preservação deste importante patrimônio ferroviário através do tombamento e a imediata busca por financiamento para a restauração das casas, a fim de que os moradores tenham condições de continuarem residindo de forma segura, solicitamos a abertura de estudo de tombamento da Vila Ferroviária Ponte Preta tendo sido a petição aceita junto ao Conselho de Defesa do Patrimônio Artístico e Cultural de Campinas (Condepacc). As investigações e os resultados constituem o escopo da presente tese/dissertação.
Abstract: The industrial revolution constitutes the beginning of a historical phenomenon that marked profoundly a great part of humanity as well as other forms of life existing in our planet, and that last until our days. The material traces of these profound changes present a universal human value and the importance of its study and of its conservation need to be recognized. The preservation of the railroad villages shall be motivated by the fact that in these goods a cultural signification is recognized, its aesthetic and/ or historical value, also we can´t despise the symbolic, emotional, afective value, turning them worthy of measures to be tutorshiped for the coming generations. Still, the worries in preserving the railroad villages as historical heritage can be enhanced by the inventory processes, taking in account not only its historical and architectonic value, but also the urban action that turns possible the maintainance of the current residents in the residential complexes. Inside this context, an example is the Companhia Paulista de Estradas de Ferro oppened in Campinas, São Paulo state, Brazil, on August, 11, 1872. The purpose was to build a railroad between the cities of São Paulo and Campinas. The company built throughout its existence a total of 1,612 houses along its tracks and main railroad junctions. Among the railroad villages built by the Companhia Paulista in Campinas, there is the village existing in the Ponte Preta district. During the last 80 years, the dwellings suffered countless interventions on the side of its residents, adapting them to several tastes and needs. The houses were steadily modified, with the substitution of several constructive components and even with the increase of the built area. In this thesis, we tried to know the changes that occurred in the Village. Still, in the initial phase of the research we noticed the deterioration of the houses, even with life risk of their residents. Thus, given the importance of the preservation of this railroad heritage through an inventory process and the imediate finantial getting for the restauration of the houses, with the aim that the residents may have conditions to continue to live in a safe manner, we applied for the openning of study of an inventory process of the railroad village Ponte Preta being the petition accepted by the Conselho de Defesa do Patrimônio Artístico e Cultural de Campinas (Condepacc). The investigations and results constitute the body of the present thesis/dissertation.
Keywords: vila ferroviária
passado
futuro
railroad village
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMO
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
???metadata.dc.publisher.initials???: PUC-Campinas
???metadata.dc.publisher.department???: CEATEC – Centro de Ciências Exatas, Ambientais e de Tecnologias
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo
Citation: MÜLLER, Christine. Vila ferroviária Ponte Preta - Campinas, SP passado e futuro.. 2006. 128 p. Dissertação (Mestrado em Urbanismo) - Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas, 2006.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/31
Issue Date: 9-Jun-2006
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo - Mestrado

Files in This Item:
File SizeFormat 
Cristine Muller.pdf622.51 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.