???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/318
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Criatividade e suas relações com inteligência em crianças com e sem dislexia
Other Titles: Creativity and its relationship to intelligence in children with and without dyslexia
???metadata.dc.creator???: Alves, Rauni Jandé Roama 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Nakano, Tatiana de Cássia
???metadata.dc.contributor.referee1???: Yoshida, Elisa Medici Pizao
???metadata.dc.contributor.referee2???: Azoni, Cíntia Alves Salgado
???metadata.dc.description.resumo???: A dislexia é um transtorno decorrente de disfunções neuropsicológicas e acarreta principalmente dificuldades no aprendizado da leitura. Estudos internacionais especulam que esse quadro não somente envolveria habilidades cognitivas deficitárias, mas também bem desenvolvidas, como a criatividade. Partindo-se dessa hipótese, o presente estudo objetivou comparar a criatividade de crianças com dislexia (GC) com o de crianças sem dificuldades em leitura e escrita (GN). Também se investigou a relação entre criatividade e inteligência em ambos os grupos. O GC foi recrutado no Hospital de Clínicas da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e o GN em uma escola de ensino regular de uma cidade do interior de São Paulo. Foram investigadas 13 crianças em cada grupo, com faixa etária de oito anos a 11 anos e oito meses (GC: M=10,92+1,03; GN: M=10,61+0,50), sendo cinco do sexo feminino e oito do masculino no GC e nove do sexo feminino e quatro do masculino no GN. Para a avaliação da criatividade foi utilizado o Teste de Criatividade Figural Infantil (TCFI) e para inteligência foram administrados os testes Matrizes Progressivas Coloridas de Raven (MPCR) , Desenho da Figura Humana (DFH) e Escala de Inteligência Wechsler para crianças (WISC-III) , sendo os dois últimos somente no GC. Para a seleção do GN foi utilizado um questionário para os pais e uma entrevista semiestruturada para os professores a fim de eliminar critérios diagnósticos para dislexia, além do Teste de Desempenho Escolar , com o objetivo de selecionar somente aquelas crianças que apresentassem desempenho em leitura e em escrita esperado para a idade e série. Os resultados encontrados não evidenciaram diferenças estatísticas significativas entre ambos os grupos na medida de criatividade. No entanto, o GC apresentou menor média em relação ao GN no total do TCFI, ao mesmo tempo em que também apresentou médias mais altas em 18 das 31 características avaliadas por esse mesmo teste. Foi verificada alta correlação entre os testes MPCR e o TCFI em ambos os grupos e correlações não significativas entre o DFH e o WISC-III com o TCFI no GC. Algumas hipóteses foram elaboradas: a existência de possíveis relações entre criatividade e funções executivas, sendo essas últimas em prejuízo em sujeitos com dislexia, que poderia explicar o resultado obtido no total do TCFI; a influência de aspectos emocionais e possivelmente de personalidade, característicos a dislexia, que poderiam explicar o melhor desempenho obtido na maioria das características avaliadas no TCFI. Não foi verificado um padrão nas correlações entre as medidas de inteligência e de criatividade em ambos os grupos investigados, assim como encontrado na literatura. Conclui-se que o presente estudo forneceu achados importantes para o início do esclarecimento sobre uma possível relação entre criatividade e dislexia, no entanto, considerando a complexidade de ambos os constructos, estudos que envolvam a investigação de suas relações com outras variáveis psicológicas bem como ampliação e diversificação da amostra se fazem necessários.
Abstract: Dyslexia is a disorder resulting from neuropsychological dysfunction and mostly causes difficulties in learning to read. International studies speculate that this framework does not only involve deficient cognitive skills, but also well developed, such as creativity. Starting from this hypothesis, the present study aimed to compare the creativity of children with dyslexia (GC) with children without difficulties in reading and writing (GN). It was also investigated how the intelligence is related to that performance in both groups. The GC was recruited at the Clinical Hospital of the State University of Campinas (UNICAMP) and the GN in a regular school of the state of São Paulo. It was investigated 13 children in each group, ranging in age from eight years to 11 years and eight months (GC: M=10,92+1,03; GN: M=10,61+0,50), with five females and eight males in group GC and nine females and four males in group GN. To survey the creativity was used the "Test of Figural Creativity for Children (TCFI) and for intelligence was administered the test "Raven Coloured Progressive Matrices (MPCR)", "Human Figure Drawing (DFH)" and "Wechsler Intelligence Scale for Children - third version (WISC-III)", the latter two only in GC. For the selection of the GN was used a questionnaire for parents and a semistructured interview for teachers to eliminate diagnostic criteria for dyslexia, besides the "Academic Performance Test", with the aim of selecting children with reading and writing performance expected for age and grade. The results showed no statistically significant differences between both groups in creativity. However, the GC had a lower average than the GN in the total TCFI, while also showed higher scores for 18 of the 31 characteristics evaluated by it. High correlation was observed between the MPCR and the TCFI in both groups and no significant correlations between the DFH and the WISC-III with the TCFI in GC. Some hypotheses have been formulated: the existence of possible relationships between creativity and executive functions, the latter being to the detriment of individuals with dyslexia, which could explain the result of the total TCFI; the influence of emotional and possibly aspects of personality that are characteristic of dyslexia, which could explain the better performance in the majority of the characteristics evaluated in TCFI. There was no pattern in the correlations between measures of intelligence and creativity in both investigated groups, as found in the literature. It is concluded that this study provided important findings for early clarification on a possible relationship between creativity and dyslexia, however, considering the complexity of both constructs, studies involving the investigation of their relations with other psychological variables as well as expansion and diversification of the sample are needed.
Keywords: dislexia do desenvolvimento
transtornos de aprendizagem
avaliação psicológica
habilidades para leitura
aptidão cognitiva
developmental dyslexia
learning disorders
psychological assessment
reading skills
cognitive ability
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
???metadata.dc.publisher.initials???: PUC-Campinas
???metadata.dc.publisher.department???: CCV – Centro de Ciências da Vida
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Citation: ALVES, Rauni Jandé Roama. Criatividade e suas relações com inteligência em crianças com e sem dislexia. 2013. 166 p. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas, 2013.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/318
Issue Date: 13-Dec-2013
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Psicologia - Mestrado

Files in This Item:
File SizeFormat 
RAUNI JANDE ROAMA ALVES.pdf1.56 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.