???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/322
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Psicologia no Sistema Único de Assistência Social: reflexões críticas sobre ações e dilemas profissionais
Other Titles: Psychology in the Unified Social Assistance System: critical reflections about professional actions and dilemmas
???metadata.dc.creator???: Ribeiro, Maisa Elena 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Guzzo, Raquel Souza Lobo
???metadata.dc.contributor.referee1???: Ximenes, Verônica Morais
???metadata.dc.contributor.referee2???: Bernardo, Márcia Hespanhol
???metadata.dc.description.resumo???: A partir da aprovação da Política Nacional de Assistência Social (PNAS) em 2004 e implementação do Sistema Único de Assistência social (SUAS), o psicólogo compõe as equipes técnicas dos serviços dessa política pública, inaugurando oficialmente um novo campo de atuação. Com essa inserção, o psicólogo lida com demandas das classes populares, o que exige da psicologia, como ciência e profissão, novas concepções e práticas que possam contribuir de forma efetiva para mudança social e melhoria da qualidade vida do público-alvo destes serviços. O objetivo dessa pesquisa foi problematizar a inserção e atuação do psicólogo no SUAS, para refletir e discutir criticamente sobre as ações, problemas e dilemas enfrentados pelo profissional nesse contexto. Trata-se de uma pesquisa qualitativa fundamentada no Materialismo Histórico Dialético, em que foram realizadas análises das seguintes fontes de informação: Referências Técnicas do Conselho Federal de Psicologia (CFP); e Diários de Campo construídos a partir das reflexões da pesquisadora durante a participação em eventos públicos sobre o tema (seminários, fóruns, debates etc.). As análises desses materiais explicitaram as contradições entre o que é proposto pela PNAS e nas orientações do CFP com o que é realizado e vivenciado pelos profissionais na prática. Os resultados da pesquisa apontaram que apesar da inserção no SUAS representar um novo espaço de atuação para o psicólogo, os profissionais ainda reproduzem velhas práticas. Tal afirmação deve-se à identificação de ações que mantêm a perspectiva de uma psicologia tradicional que tende a deter-se apenas aos aspectos individuais e subjetivos para a compreensão dos problemas das pessoas. Ademais, os profissionais queixaram-se da sua formação e da falta de espaço para discutir sua prática, o que, muitas vezes, faz com que a repercussão de suas ações não atinja os objetivos almejados. Além do problema da formação, que não atende a esse novo contexto de atuação, o profissional ainda encontra nos serviços do SUAS diversas outras dificuldades como por exemplo: condições inadequadas de trabalho devido à falta de infraestrutura física para funcionamento dos serviços e vínculos de trabalho precarizados. No entanto, a pesquisa identificou também práticas convergentes com as demandas do SUAS como: a inserção na comunidade e trabalhos em grupos com um viés mais participativo e coletivo. Foram ainda identificadas algumas estratégias de superação dos problemas e dilemas por meio da organização coletiva e da participação política de alguns profissionais, como por exemplo, os fóruns de trabalhadores do SUAS.
Abstract: After the National Policy of Social Assistance (PNAS) approval in 2004 and the implementation of the Unified Social Assistance System (SUAS), the psychologist became a technical team member for this public policy services, launching officially a new work field. With this participation, the psychologist deals with the popular class demands, demanding from Psychology as science and profession new conceptions and practices that can contribute in an effective way for social change and better quality of life for the target users of these services. The aim of this research was to question the psychologist presence and work in the SUAS, to reflect and discuss critically about the actions, problems and dilemmas faced by the professional in this context. It is a qualitative research based on the principals of Dialectical and Historical Materialism, where analyses of the following sources of information were carried through: technical references from the Federal Psychology Council (CFP); field diaries composed by the researcher with reflections about the participation in public events on this theme (seminars, forums, debates, etc.). The analyses of these materials showed the contradictions between what is proposed by the PNAS and the CPF orientations, with what is carried through and experienced by the professionals practice. The research results revealed that although the SUAS participation presents a new work field for the psychologist, these professionals still reproduce old practices. This affirmation is due to the identification of actions that maintain a traditional psychology perspective that tend to focus in individual and subjective aspects to understand people s problems. In addition, the professionals complained about their education and the lack of a space for discussions about their practice, what often results in actions that don t achieve their intended goals. Apart form the education problem, which doesn t encompass this new context and field of work, the professional encounters in the SUAS services problems such as: inadequate work conditions due to the lack of physical infrastructure required for the services operation, also precarious working attachments. However despite the problems, the research also identified practices that converge with the SUAS demands such as: community participation and group works with a collective and participative bias. Furthermore, it was identified some strategies to overcome problems and dilemmas through collective organization and political participation of some professionals, for example, the SUAS workers forum.
Keywords: psicologia crítica
psicologia e políticas públicas
sistema único de assistência social
psicologia social da libertação
psicologia comunitária
critical psychology
psychology and public policy
unified social assistance system
liberation social psychology
community psychology
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
???metadata.dc.publisher.initials???: PUC-Campinas
???metadata.dc.publisher.department???: CCV – Centro de Ciências da Vida
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Citation: RIBEIRO, Maisa Elena. Psicologia no Sistema Único de Assistência Social: reflexões críticas sobre ações e dilemas profissionais. 2013. 120 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas, 2013.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/322
Issue Date: 9-Dec-2013
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Psicologia - Mestrado

Files in This Item:
File SizeFormat 
Maisa Elena Ribeiro.pdf1.04 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.