???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/367
???metadata.dc.type???: Tese
Title: O psicólogo e a saúde pública: uma leitura fenomenológica das vivências cotidianas de estagiários na atenção básica
Other Titles: The psychologist and the public health: a phenomenological reading of the trainees' daily existences in the basic attention
???metadata.dc.creator???: Sousa, Valdemar Donizeti de 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Cury, Vera Engler
???metadata.dc.contributor.referee1???: Szymanski, Heloisa
???metadata.dc.contributor.referee2???: Morato, Henriette Tognetti Penha
???metadata.dc.contributor.referee3???: Garcia, Maria Alice Amorim
???metadata.dc.contributor.referee4???: Amatuzzi, Mauro Martins
???metadata.dc.description.resumo???: A história da profissão do psicólogo, confunde-se com a própria inserção deste profissional no campo da atenção à saúde pública e suas vicissitudes. No entanto, ainda prevalece um distanciamento entre a formação de psicólogos na Universidade e a realidade da rede pública de saúde. Esta situação também se reflete na escassez de estudos a respeito da formação em psicologia em saúde pública. A PUC-Campinas possui uma das experiências pioneiras, datada de 1986, na formação de psicólogos na atenção básica, para atuação no Sistema Único de Saúde (SUS). Esta pesquisa objetivou apreender as vivências de estagiários da área de Psicologia na Saúde/Clínica em atividades desenvolvidas como participantes de equipes de saúde da família no município de Campinas, significando-as no diálogo cotidiano com o pesquisador. Participaram da pesquisa seis estagiários do último ano do Curso de Graduação em Psicologia da PUCCampinas, inseridos em dois grupos de estágio com atividades supervisionadas em dois Centros de Saúde-Escola, localizados na região Noroeste do município. O acompanhamento das vivências dos estagiários pelo pesquisador iniciou-se com a entrada no campo, expressa neste estudo de maneira etnográfica, até a composição dos dados da pesquisa que foram produzidos em dois momentos: a) Diário de Versões de Sentido registro semanal de sínteses subjetivas efetivadas individualmente pelos seis estagiários; b) entrevistas individuais, semi estruturadas realizadas pelo pesquisador com cada estagiário. Os depoimentos e diários de versões de sentido foram analisados qualitativamente a partir de uma leitura fenomenológica. A interpretação fenomenológica do pesquisador acerca destes dados possibilitou uma interlocução com estudos semelhantes encontrados em bases de dados. A partir da análise dos significados das vivências dos estagiários foi possível concluir: a) a formação do estagiário num campo como o da saúde pública é sentido inicialmente como algo totalmente desconhecido, vivenciado com surpresa e um certo embaraço em relação à inexperiência percebida para este tipo de trabalho em equipe de saúde da família; b) por outro lado, desenvolve-se rapidamente uma empatia com o campo da saúde pública, em virtude de uma vivência gratificante com a equipe de técnicos, possibilitando a formação de vínculo afetivos e de um sentimento de pertinência à equipe de saúde; c) sentir-se realmente como um psicólogo decorre da aprendizagem vivida no cotidiano das reuniões de equipe, no exercício de uma prática clínica centrada no saber coletivo e interdisciplinar denominada clínica ampliada; d) como elementos significativos, facilitadores do desenvolvimento profissional, destacaram-se: a visita domiciliar, a reunião sistemática da equipe, a diversidade de profissionais e de usuários, as situações vividas no território; e) sentimentos de frustração e descontentamento foram expressos como decorrentes da vivência de dificuldades face à complexidade de alguns casos, e à falta de adesão dos pacientes em relação aos atendimentos clínicos disponibilizados. Esta leitura fenomenológica acerca da formação em serviço, tendo como objeto de investigação a vivência do próprio estagiário, traduz a intenção de colocar em foco a responsabilidade social das instituições de ensino superior em relação ao compromisso de capacitar profissionais para atuar na realidade da sociedade brasileira
Abstract: The history of the psychologist's profession, gets confused with this professional's own insert in the field of the attention to the public health and their eventualities. However, still an estrangement prevails between the psychologists' formation in the University and the reality of the public net of health. This situation is also reflected in the shortage of studies regarding the formation in psychology in public health. PUC-Campinas owns one of the pioneering experiences, dated of 1986, in the psychologists' formation in the basic attention, for performance in the Unique System of Health (SUS). This research has intended to apprehend the trainees' in Psychology in Health/Clinic s experiences in activities developed as participants of teams of health of the family in the municipal district of Campinas, validating them in the daily dialogue with the researcher. Six senior students of the degree level in Psychology of PUC-Campinas inserted in two groups of the apprenticeship with activities supervised in two Centers of Health-school located in Northwest area of the town. The attendance of the trainees experiencies by the researcher has began with the ingress on the field expressed in this study in ethnographic manner up to the composition of the data of the research that were produced in two moments: a) Diary of Versions of Sense - weekly registration of subjective synthesis individualy acomplished by six trainees; b) individual interviews, partly structured made by the researcher with each trainee. The depositions and diaries of sense versions were qualitatively analyzed starting from a phenomenological reading. The researcher s phenomenological interpretation enabled an interlocution with similar applications found in data basis. From the meaning analysis of the trainees experiences it was possible to infer: a) the formation of the trainee in a field as public health is first felt as something totally unknown, lived with surprise and a certain embarrassment concerned to the inexperience for the work in team of health of the family; b) on the other hand there is the rapid development of an empathy with the public health field, due to a rewarding living with the technicians team, enabling the birth of affective boundings and of a belonging feeling concerned to the health team; c) really feeling like a psychologist comes from the apprenticeship lived in the team meetings, on the exercise of a clinical practice centered in the collective knowledge and interdisciplinary - denominated enlarged clinic; d) as significant elements, facilitators of professional development are pointed out the home visit, the systematic meeting of the team, the professionals and users diversity, the situations lived in the territory; e) feelings of frustration and displeasure were expressed as resultant of troubles living due to the complexity of some cases, and of the lack of adhesion concerned to clinical attendance offered. This phenomenological view about the formation in service, having the experience of the own trainee as the investigation object translates the intention of the focus on social responsibility of the higher education institutions concerned to the commitment of qualifying professionals to act in the reality of the Brazilian society
Keywords: psicologia fenomenológica
práticas psicológicas em instituição
saúde da família
atenção básica em saúde
versão de sentido
formação do psicólogo
phenomenological psychology
psychological practice in institution
health of the family
basic attention in health
sense version
psychology s formation
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
???metadata.dc.publisher.initials???: PUC-Campinas
???metadata.dc.publisher.department???: CCV – Centro de Ciências da Vida
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Citation: SOUSA, Valdemar Donizeti de. O psicólogo e a saúde pública: uma leitura fenomenológica das vivências cotidianas de estagiários na atenção básica. 2006. 231 f. Tese (Doutorado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas, 2006.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/367
Issue Date: 14-Aug-2006
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Psicologia - Doutorado

Files in This Item:
File SizeFormat 
Valdemar Donizeti.pdf854.68 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.