???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/380
???metadata.dc.type???: Tese
Title: Construção e validação da escala de estressores ocupacionais das linhas de produção
Other Titles: Construction and validation of an occupational stressors scale of the line of production
???metadata.dc.creator???: Cusatis Neto, Rafael 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Lipp, Marilda Emmanuel Novaes
???metadata.dc.contributor.referee1???: Yoshida, Elisa Medici Pizao
???metadata.dc.contributor.referee2???: Laloni, Diana Tosello
???metadata.dc.contributor.referee3???: Primi, Ricardo
???metadata.dc.contributor.referee4???: Witter, Geraldina Porto
???metadata.dc.description.resumo???: As ciências em geral necessitam cada vez mais de instrumentos que forneçam medidas objetivas e reprodutíveis. Os objetivos da pesquisa foi elaborar e validar uma Escala de Estressores Ocupacionais para funcionários da linha de produção, realizando a validação de conteúdo, validação de construto, validação convergente, avaliar a precisão e realizar a normatização da escala. Foram participantes da pesquisa 214 funcionários que atuam em linha de produção de diversas empresas da região do Alto do Tiête. A amostra foi dividida em três grupos, sendo o G1 composto de 10 funcionários para o estudo piloto, o G2 composto pelos 214 funcionários para a validação da escala e o G3 composto por 40 funcionários que realizaram o reteste. Os materiais utilizados foram uma lista com 41 estressores na versão inicial da escala, a Escala de Estressores Ocupacionais com 36 itens já com o estudo piloto realizado, o Job Content Questionnaire (JCQ) para a validade convergente e o Inventário de Sintomas de Stress Lipp (ISSL). Os resultados demonstraram correlações altas e positivas na precisão da escala (p<0,01), validade convergente (p<0,01) e indicou a validade de critério concorrente (p<0,01 e p<0,005). Em relação à normatização os resultados evidenciaram que não foram encontradas diferenças significantes entre idade e nível de escolaridade com os escores da escala de estressores. Conclui-se que a Escala de Estressores Ocupacionais de linha de produção, apresentou um alto coeficiente de precisão com consistência interna e estabilidade temporal e foi possível atingir os objetivos proposto quanto à validade de conteúdo, construto e validade convergente. Mostrando ser capaz de identificar os estressores ocupacionais de linha de produção. A normatização necessita que novos estudos sejam realizados com a escala, aumentando-se o número de participantes ou realizando em uma amostra aleatória, para que não ocorra viés quanto às normas e padronização.
Abstract: Science in general needs each time more instruments that can supply measurable and replicable objectives. The objectives of this research were to elaborate and to validate a scale of occupational stressors for employees of the production line, carrying out content validation, construct validation, convergent validation, precision evaluation and scale normalization. 214 employees were the participants of the research all of whom work in the production line of several companies of the Alto do Tiete region. The sample was divided in three groups (G1, G2, and G3). G1 was composed of 10 employees for a pilot study, G2 was composed of 214 employees for the validation of the scale and G3 was composed of 40 employees who participated in the retest. The materials used were a list with 41 stressors in the initial version of the scale, the scale of occupational stressors with 36 items already after the pilot study was carried out, the Job Content Questionnaire (JCQ) for the convergent validity and the Inventory of Symptoms of Stress Lipp (ISSL). Also, it made use of terms of consent and authorizations whenever necessary. The results demonstrated high and positive correlations in the precision of the scale (p < 0.01), tendency to the convergent validity (p < 0.01) validity of concurrent criterion (p<0.01 and p < 0,005). In relation to the normalization the results showed no evidence of significant differences between age and level of schooling and the scores of the scale of stressors. This demonstrates the universality and practicity, important in system of numerical counting. It was concluded that the scale of occupational stressors of production line presented high coefficient of precision, internal consistency e temporal stability and it was possible to reach the objective of content validity, construct and convergent validity, demonstrating to be capable of identifying occupational stressors of production line. The normalization needs new studies to be carried out with the scale, increasing the number of participants or carrying out a study with random sample, so that bias concerning norms and standardization does not occur.
Keywords: saúde coletiva
stress ocupacional
propriedades psicométricas
collective health
occupational stress
psychometrics properties
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::FUNDAMENTOS E MEDIDAS DA PSICOLOGIA::CONSTRUCAO E VALIDADE DE TESTES, ESCALAS E OUTRAS MEDIDAS PSICOLOGICAS
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
???metadata.dc.publisher.initials???: PUC-Campinas
???metadata.dc.publisher.department???: CCV – Centro de Ciências da Vida
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Citation: CUSATIS NETO, Rafael. Construção e validação da escala de estressores ocupacionais das linhas de produção. 2007. 146 p. Tese (Doutorado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas, 2007.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/380
Issue Date: 12-Feb-2007
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Psicologia - Doutorado

Files in This Item:
File SizeFormat 
Rafael Cusatis Neto.pdf1.35 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.