???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/679
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Desafios da avaliação em um projeto sócio-educativo: assistência social, ONG e escola pública
Other Titles: Challenges of assessment in a socio-educational project: social assistance, NGOs and public schools
???metadata.dc.creator???: Carneiro, Juliana Daros 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Rocha, Maria Silvia Pinto de Moura Librandi da
???metadata.dc.contributor.referee1???: Lopes, Doraci Alves
???metadata.dc.contributor.referee2???: Fernandes, Renata Siero
???metadata.dc.description.resumo???: Trata-se de um estudo sobre uma parceria entre a Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência e Inclusão Social (SMCAIS), uma organização não-governamental (ONG) e uma escola pública estadual de uma cidade do interior do estado de São Paulo (SP). Esta parceria é desenvolvida por meio de ações sócio-educativas destinadas a crianças e adolescentes do sexo masculino, com idade entre 6 e 14 anos, no contra turno escolar. O objetivo geral da pesquisa é identificar como a educação não-formal vem sendo concebida e proposta dentro desta parceria. Especificamente, pretendemos verificar o que são e a quem se destinam estas ações sócio-educativas; problematizar a presença de instrumentos e modelos de avaliação, tanto da política pública como das ações no campo da educação não-formal; e, por fim, identificar a(s) forma(s) de existência de diálogo entre as diferentes instâncias que compõem essa política pública assistencial. A metodologia de pesquisa é composta por: (i) a revisão bibliográfica dos conceitos chaves, tais como educação não-formal, avaliação, organização não-governamental, políticas públicas e sociais; (ii) pesquisa documental sobre materiais referentes à parceria, especialmente da SMCAIS e da ONG (resolução municipal nº01/2009, relatórios anuais de gestão, reportagens, estatuto social, Planos de trabalho de 2009 e 2010, relatório técnico anual de atividades de 2009, organograma da entidade) e (iii) entrevistas semiestruturadas com um representante de cada uma das instituições que compõem esta parceria (a coordenadora pedagógica da ONG, a psicóloga da secretaria municipal e o vice-diretor da escola). Utilizamos uma abordagem qualitativa e o material empírico foi examinado e organizado de acordo com categorias construídas ao longo do processo analítico. Como resultados finais, identificamos que a educação não-formal no caso em estudo, parece ser concebida de formas contraditórias, uma vez que ao mesmo tempo em que assume o discurso de defesa da transformação social, na prática este caráter não é evidenciado. Estas contradições foram analisadas nas chamadas ações sócioeducativas, nas formas de diálogo estabelecidas entre as instituições e nos instrumentos de avaliação. No que se refere aos procedimentos de avaliação utilizados foi possível identificar fragilidades e limitações, quando adota-se como referência o conceito de avaliação formativa: os instrumentos estão focalizados em aspectos burocráticos, técnicos, financeiros e quantitativos do desenvolvimento do projeto; e, encontram-se centralizados por uma única instituição, a SMCAIS. Consideramos que a presente pesquisa trará contribuições importantes para fazer avançar as reflexões sobre concepções educacionais presentes nas formas de parceria entre setor público estatal e setor privado, a partir de uma visão ampla de educação.
Abstract: This is a study of a partnership between the Municipal Secretariat of Citizenship, Welfare and Social Inclusion (SMCAIS), a nongovernmental organization (NGO) and a public school in a town in the state of São Paulo (SP) . This partnership is developed through socio-educational activities for children and male adolescents, aged between 6 and 14 years, against the school schedule. The overall objective is to identify as non-formal education has been conceived and proposed within this partnership. Specifically, it aims to examine what they are and who should receive these socio-educational; discuss the presence of instruments and valuation models, both of public policy interest in the field of non-formal education and, finally, to identify the ( s) form (s) of existence of dialogue between the various bodies that compose this public assistance policy. The research methodology consists of: (i) review of key concepts such as non-formal education, evaluation, non-governmental organization, public and social policies, (ii) research on documentary material relating to the partnership, especially SMCAIS and NGOs (Resolution No. 01/2009 municipal, annual management reports, news articles, bylaws, work plans for 2009 and 2010 annual technical report of 2009 activities, organization chart) and (iii) semi-structured interviews with one representative from each of the institutions that make up this partnership (the educational coordinator of the NGO, a psychologist at the City Office and vice director of the school). We used a qualitative approach and the empirical material has been reviewed and organized according to categories constructed along the analytical process. As final results, we found that the non-formal education in our case, seems to be designed in ways contradictory, since while he assumed the defense speech of social transformation, in practice this character is not evident. These contradictions were analyzed in so-called socio-educational activities, forms of dialogue established between the institutions and instruments of evaluation. With regard to assessment procedures used were able to identify weaknesses and limitations, when it is adopted as reference the concept of formative evaluation: the tools are focused on the bureaucratic, technical, financial and quantitative development of the project, and are is centralized by a single institution, the SMCAIS. We believe that this research will bring significant contributions to advancing the discussions on educational concepts present in the forms of partnership between state public sector and private sector, from a broad view of education.
Keywords: educação não-formal
organização não-governamental ONG
avaliação
assistência social
non-formal education
non-governmental organization - NGO, assessment
social assistance
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
???metadata.dc.publisher.initials???: PUC-Campinas
???metadata.dc.publisher.department???: CCHSA – Centro de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citation: CARNEIRO, Juliana Daros. Desafios da avaliação em um projeto sócio-educativo: assistência social, ONG e escola pública. 2011. 147p. Dissertação (Mestrado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas, 2011.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/679
Issue Date: 18-Feb-2011
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação - Mestrado

Files in This Item:
File SizeFormat 
Juliana Daros Carneiro.pdf930.29 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.