???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/714
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Avaliação da aprendizagem nos ciclos e na progressão continuada a partir das concepções de atores do processo educacional
???metadata.dc.creator???: Buoro, Edna 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Tortella, Jussara Cristina Barboza
???metadata.dc.contributor.referee1???: Megid, Maria Auxiliadora Bueno Andrade
???metadata.dc.contributor.referee2???: Nacarato, Adair Mendes
???metadata.dc.description.resumo???: A avaliação, no corpo das políticas educacionais, é um ponto importante a ser observado e ganha cada vez mais destaque, principalmente como ferramenta de aprimoramento e, se bem aplicada, representa a possibilidade de atenuar os desencontros avaliativos no ambiente escolar. Parece premente uma análise profunda acerca dos resultados do ato de avaliar na lógica dos Ciclos e da progressão continuada, que têm como diretriz repensar os tempos escolares, procurando respeitar o ritmo de cada aluno. Os estudos no meio acadêmico têm evidenciado distorções do entendimento de Ciclos e progressão continuada e apontamentos de prós e contras de cada um deles, demonstrando a problemática da prática avaliativa. Diante dessa realidade, levantamos a seguinte problemática: Como tem se configurado o processo avaliativo nos Ciclos e progressão continuada, em uma Secretaria Municipal de Educação de uma cidade do interior do Estado de São Paulo, considerando os três âmbitos: Secretaria de Educação, escola e sala de aula? A partir dessa questão, temos outras decorrentes: Quais os documentos municipais oficiais que regulamentaram a implantação dos Ciclos e progressão continuada? Quais são os instrumentos de avaliação utilizados nas escolas? Foram participantes da pesquisa alunos do Ciclo I e IV do Ensino Fundamental; professores Ciclo I e IV do Ensino Fundamental; coordenadores pedagógicos das unidades escolares e da Secretaria Municipal de Educação (SME); diretores das unidades escolares; vice-diretores; diretores de Projeto Pedagógico da SME; e supervisores da SME. A coleta de dados se deu através de 241 questionários respondidos pelos diferentes públicos que estão inseridos no contexto escolar. Observou-se que os diferentes públicos desta pesquisa apresentaram como necessária a reprovação escolar, e uma tímida mudança nas ações avaliativas da escola. A utilização de provas, muitas vezes criticada, é identificada nos diversos discursos do aluno, professor, gestores e especialistas. Notamos, ainda, que a avaliação formal ou avaliação instrumental permeia todo o processo de ensino, procurando quantificar o conhecimento do aluno, em grande medida, de maneira pontual. Então, no lugar do Regime de Progressão Continuada e Ciclos, surgiu um modelo híbrido de seriação com Progressão Continuada e Ciclos, configurando o que denominamos de celeuma da promoção automática, uma ação irrefletida que causa danos para a educação. A escola fica em uma condição de passividade perturbadora.
Abstract: The evaluation, in education policy, is an important point to being observed and gaining more prominence, especially as a tool for improvement and, if well applied to, represents the possibility of mitigating the evaluative disagreements within the school environment. It seems urgent in-depth analysis on the results of the act of assessing the logic of Cycles and continuous progress, that have as guideline rethink the school times, trying to follow the rhythm of each student. Academic studies have evidenced distortions in the understanding of cycles and continuous progress, as well as notes of pros and cons of each of them, demonstrating the problematic of evaluative practice. Given this reality, we raise the problematic: How has configured the evaluative process in cycles and continuous progress in a Municipal Department of Education of a city in the state of São Paulo, Considering three areas: Department of Education, and school room classroom? As from that question, we have other stemming: What documents municipal officers who therefore regulated the implantation of Cycles and continuous progress? What are the evaluation instruments used in schools? Participated in the research students students Cycle I and IV of Elementary Education, teachers Cycle I and IV of Elementary Education; educational coordinators of school units and the Municipal Department of Education; directors of school units; vice principals; educational project directors and supervisors of the Municipal Department of Education. The Data collection occurred by means of questionnaires answered by 241 different audiences that are inserted in the school context. Was observed that the different publics of this search showed the reproach as something necessary, addition to a changing timid in the actions evaluative of the school. The use of tests, often criticized, is identified in the different discourses student, faculty, managers and specialists. We also noticed that the formal evaluation or evaluation instrument permeates all process of teaching, trying quantify the student's knowledge, largely in a timely manner. So in place of Progression Scheme and Continuing Cycles came a the hybrid model with of seriation, Continuous Progress and Cycles, setting what we call the automatic promotion, a thoughtless action that causes damage to education. The school is in a condition of passivity disturbing.
Keywords: avaliação da aprendizagem
ciclos
progressão continuada
evaluation of learning
cycles
continued progression
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
???metadata.dc.publisher.initials???: PUC-Campinas
???metadata.dc.publisher.department???: CCHSA – Centro de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citation: BUORO, Edna. Avaliação da aprendizagem nos ciclos e na progressão continuada a partir das concepções de atores do processo educacional. 2013. 153 f. Dissertação (Mestrado em Ensino Superior) - Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas, 2013.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/714
Issue Date: 20-Feb-2013
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação - Mestrado

Files in This Item:
File SizeFormat 
Edna Buoro.pdf1.55 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.