???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/729
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: O Programa Bolsa Família e o desafio da construção uma vida nova: percepções das mães de crianças beneficiárias do programa matriculadas em uma escola de Campinas/SP
Other Titles: The Bolsa Familia Program and the challenge of building a new life: perceptions of mothers of children in the program beneficiary enrolled in a school in Campinas/SP
???metadata.dc.creator???: Silva, Angélica Lima da 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Pires, André
???metadata.dc.contributor.referee1???: Groppo, Luís Antonio
???metadata.dc.contributor.referee2???: Rios, Monica Piccione Gomes
???metadata.dc.description.resumo???: O recebimento do benefício do Programa Bolsa Família (PBF), política pública de transferência de renda do governo federal destinado a famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza está vinculado ao cumprimento de condicionalidades nas áreas de saúde e educação. Na área da educação é exigida a frequência escolar mínima de 85% para as crianças entre 6 e 15 anos e de 75% para adolescentes entre 16 e 17 anos. Segundo justificativa explicitada na legislação e documentos oficiais do PBF, a garantia da frequência escolar de crianças e jovens na escola seria um fator importante para romper com a chamada transmissão intergeracional da pobreza. O presente trabalho parte das seguintes indagações: será a frequência escolar fator importante para impedir a chamada transmissão intergeracional da pobreza? Será que o fato da criança estar na escola com o auxílio do programa garante a sua educação? Este estudo analisou as percepções de mães beneficiárias do programa a respeito da exigência da frequência escolar e se dispôs a compreender de acordo com suas colocações, se a educação de seus filhos estava relacionada com a participação no PBF. Foram realizadas vinte entrevistas semiestruturadas com mães beneficiárias do PBF na região sul de Campinas/SP. Os resultados da pesquisa indicam que para as mães beneficiárias do PBF a educação de seus filhos não está vinculada ao programa, pois, segundo elas, a única exigência do PBF com relação à escola é a frequência escolar e isso elas declaram cumprir. Já com relação à educação de seus filhos, as mães argumentam que é necessário promover uma escola que desenvolva um ensino de qualidade, que os prepare para o mercado de trabalho, assim eles terão possibilidades de romper com a pobreza no futuro e construir uma vida melhor.
Abstract: The receipt of the benefit of the Bolsa Familia Program (BFP), public policy of cash transfer from the federal government program to families in poverty and extreme poverty is linked to compliance with conditionalities on health and education. In education the minimum school attendance of 85 % for children between 6 and 15 years and 75 % for adolescents aged 16 to 17 years is required . According rationale explicit in legislation and official documents BFP, ensuring school attendance of children and young people in school would be a major break with the call for intergenerational transmission of poverty factor. This paper assumes the following questions: is attendance important factor to prevent the call intergenerational transmission of poverty? Does the fact that the child is in school with the help of the program ensures your education? This study examined the perceptions of mothers beneficiaries of the program regarding the requirement of attending school and prepared to understand according to their placements, the education of their children was related to participation in the BFP. Twenty semi-structured interviews with mothers of BFP beneficiaries were held in the southern region of Campinas/SP. The survey results indicate that for the beneficiary mothers BFP education of their children is not linked to the program because, according to them, the only requirement BFP with respect to school is school attendance and that they declare comply. As to the education of their children, mothers argue that it is necessary to promote a school that develops a quality education that will prepare them for the job market, so they will have opportunities to break away from poverty in the future and build a better life.
Keywords: programa bolsa família (PBF)
educação
política pública
frequência escolar
Campinas (SP)
bolsa família program (BFP)
education
public policy
school attendance
Campinas (SP)
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
???metadata.dc.publisher.initials???: PUC-Campinas
???metadata.dc.publisher.department???: CCHSA – Centro de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citation: SILVA, Angélica Lima da. O Programa Bolsa Família e o desafio da construção uma vida nova: percepções das mães de crianças beneficiárias do programa matriculadas em uma escola de Campinas/SP. 2014. 119 f. Dissertação (Mestrado em Ensino Superior) - Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas, 2014.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/729
Issue Date: 11-Feb-2014
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação - Mestrado

Files in This Item:
File SizeFormat 
Angelica Lima da Silva.pdf811.91 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.