???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/73
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Prisão, cidade e território
Other Titles: Prision, city and territory
???metadata.dc.creator???: Silva, Fabiana Nunes de Oliveira 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Duduch, Jane Victal Ferreira
???metadata.dc.contributor.referee1???: Goes, Eda Maria
???metadata.dc.contributor.referee2???: Turra, Juleusa Maria Theodoro
???metadata.dc.description.resumo???: Pesquisa sobre as formas de utilização do território para o cumprimento de penas e impactos causados por edifícios prisionais localizados nos municípios paulistas. Discute-se primeiramente as infrações e penas praticadas no território brasileiro no período colonial, imperial e por fim o republicano com a utilização dos edifícios prisionais para tal. Apresentam-se em seguida a história da arquitetura prisional no Brasil com a contextualização do primeiro modelo de edifício prisional, a criação do Sistema Penitenciário brasileiro e suas novas edificações de acordo com o urbanismo sanitarista, ressaltando o fundamento do urbanismo progressista com o complexo Carandiru e a mudança de paradigma que este gera na ordem de cumprimento das penas, provocando a desterritorialização do indivíduo infrator. A falência do até então maior presídio da América Latina incita o Estado a construir diversos novos presídios em territórios do interior paulista, sem um planejamento urbano prévio, verdadeiras cidades-presídio são criadas, levando a concluir a importância do planejamento urbano para previamente medir e posteriormente sancionar os impactos e as problemáticas sócio-econômicas.
Abstract: Research about the way of using a territory for the execution of penalties and impacts caused by prison buildings located at municipalities of the state inland. Discuss the infractions and penalties applied at Brazilian territory on colonial, imperial and republican period, with the use of prison buildings for this. They are presented, after that, the history of prison architecture at Brazil, with the contextualization of first model of prison building, the creation of Brazilian Penitentiary System and its new buildings, according to sanitarian urbanism, emphasizing the plea of progressive urbanism, with the Carandiru and the paradigm shift that this one caused on the order of penalty execution, causing the desterritorialização of violator individual. The demolishment of the biggest prison of Latin America urges the state to build several new prisons on interior paulista territory, without a prior urban planning, truly prison-cities are created, leading to conclude the importance of urban planning for first measure and then sanction the impacts and the socioeconomic problematic.
Keywords: arquitetura prisional
cidade-presídio
desterritorialização
prisão
território
urbanismo progressista
prison architecture
prison-cities
desterritorialização
prison
territory
progressive urbanism
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMO
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
???metadata.dc.publisher.initials???: PUC-Campinas
???metadata.dc.publisher.department???: CEATEC – Centro de Ciências Exatas, Ambientais e de Tecnologias
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo
Citation: SILVA, Fabiana Nunes de Oliveira. Prisão, cidade e território. 2009. 103 f. Dissertação (Mestrado em Urbanismo) - Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas, 2009.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/73
Issue Date: 20-Feb-2009
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo - Mestrado

Files in This Item:
File SizeFormat 
Fabiana Nunes de Oliveira Silva.pdf2.63 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.