???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/922
???metadata.dc.type???: Tese
Title: Ambientes fluviais urbanos: novos paradigmas de projeto
Other Titles: Urban water environment intervention: new design paradigms
???metadata.dc.creator???: Cardoso, Francisco José 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Bueno, Laura Machado de Mello
???metadata.dc.contributor.referee1???: Santos Junior, Wilson Ribeiro dos
???metadata.dc.contributor.referee2???: Silva Neto, Manoel Lemes da
???metadata.dc.contributor.referee3???: Andrade, Liza Maria Souza de
???metadata.dc.contributor.referee4???: Moretti, Ricardo de Sousa
???metadata.dc.description.resumo???: Os ambientes fluviais são espaços que apresentam interações ecológico-funcionais importantes para a manutenção da biodiversidade. Porém, na história das cidades é recorrente a sua descaracterização fisco-ambiental, principalmente, pela adoção de soluções com enfoque hidrossanitário que não levam em consideração as relações entre a dinâmica ambiental e urbana. As contradições estruturais do processo de urbanização contemporânea intensificam os problemas e os desafios a serem enfrentados. As intervenções contemporâneas estudadas demonstram a tendência de repensar o modelo técnico-cientifico, adotando novos paradigmas ecológico-ambientais, desenvolvidos de acordo com as especificidades do seu contexto ambiental e urbano. Como contribuição resultante da pesquisa são apresentadas recomendações para elaboração de projetos de forma dialógica e sistêmica. Primeiramente, são abordados os aspectos relacionados com a dinâmica ambiental e as transformações decorrentes do processo de urbanização, com destaque para as intervenções inadequadas que levam a população ao afastamento físico, social e cultural em relação aos cursos d´águas urbanos e às novas perspectivas que incorporam a bacia hidrográfica como elemento estruturante. A seguir são expostos os antecedentes do urbanismo com preocupação ecológico-ambiental, suas vertentes e o levantamento das experiências nacionais e internacionais de intervenções em ambientes fluviais, assim como a reflexão sobre os novos paradigmas do urbanismo com preocupação ecológico-ambiental. Foram levantados e analisados aspectos gerais em relação a concepção de 150 projetos, em 24 países, com intervenções que valorizam a água no meio urbano. Os projetos desenvolvidos para as cidades de Velenje (Eslovenia), Denver (Estados Unidos) e Belo Horizonte (Brasil) foram selecionados e analisados detalhadamente, a partir de uma metodologia própria que procura estabelecer uma leitura sistêmica e dialógica. Na parte final do trabalho são apresentadas recomendações em relação aos aspectos metodológicos e soluções de projetos de intervenção que promovam a incorporação e valorização dos elementos do ambiente fluvial na morfologia e na paisagem urbana, levando-se em consideração as relações entre a dinâmica ambiental e urbana. Conclui-se que os projetos de intervenção em ambientes fluviais urbanos devem estabelecer a dialética entre a dimensão ambiental, urbana e humana, tendo como pressupostos que o homem não cria novos sistemas, que a cidade possui uma racionalidade própria e que os ambientes fluviais urbanos são espaços com múltiplas funções. Sua elaboração deve partir da compreensão da dinâmica ambiental e urbana, estabelecendo princípios e critérios coerentes com essa realidade, que levem em consideração as múltiplas relações dimensionais e escalares, apresentando múltiplos objetivos para responder à complexidade do meio urbano. A intervenção deve contemplar e/ou articular as escalas do planejamento regional e urbano com as intervenções pontuais no ambiente fluvial. O diferencial, que qualifica os projetos de intervenção em ambientes fluviais urbanos, está na valorização da água como elemento estético e a sua incorporação como elemento da morfologia e da paisagem urbana, a partir da compreensão da sua bacia hidrográfica e da relação com escalas maiores e menores.
Abstract: Water environments are spaces that present ecological-functional importance for the maintenance of given biodiversity. Nonetheless, in the history of cities, its physicalenvironmental decharactation is recurrent, specially by the adoption of solutions focusing hydrosanitarism which do not take into consideration the relations between the environmental and urban dynamics. The structural contradictions of the contemporary urbanization process intensify the problems and the challenges to be overcome. The contemporary interventions studied show a tendency to rethink the techno-scientific model adopting new ecological-environmental paradigms, developed in accordance to the specificities of its environmental and urban context. As a contributing result of the research, recommendations for the elaboration of projects in a dialogical and systemic ways are presented. First of all, the aspects related to the environmental dynamics and the transformations resulting from the process of urbanization are approached, highlighting inadequate interventions that drive the population away from the physical, social and cultural relationship with urban waterways and the new perspectives which embody such watershed as structural element. Following, the background of urbanism with environmental-ecological concerns is exposed, its strands and a survey of national and international experiences of projects carried out in water environments, as well as the reflection on the new paradigms of urbanism with an ecological-environmental preoccupation. 150 projects in 24 countries, were surveyed and analyzed, due to the interventions value water within urban environments. From these, three projects were selected and analyzed in detail, using an specific methodology that seeks to establish a systemic and dialogical reading. In the last part of the thesis, recommendations in relation to methodological aspects and solutions to intervention projects that promote the incorporation and valorization of the water environment elements in the morphology and the urban landscape are presented, taking into consideration the relations between the environmental and urban dynamics. It was concluded that the projects of intervention in urban water environments must establish the dialectic among the environmental, urban and human dimension, having as an assumption that mankind does not create new systems, that the city has its own rationality and that the urban water environments are spaces with multiple functions. Its design must come from the comprehension of the environmental and urban dynamics, establishing principles and criteria coherent to this reality, which consider the multiple dimensional and scaled relations, featuring multiple objectives to respond to the complexity of the urban environment. The intervention should contemplate and/or articulate the scales of the regional and urban planning with punctual interventions in the water environment. The differential, which qualifies the intervention in urban water environments, is the valorization of the water as an aesthetic element and its incorporation as element of the morphology and of the urban landscape, from the comprehension of its watershed and of the relation of larger and smaller scales.
Keywords: urbanismo; arquitetura da paisagem; desenho urbano; bacia hidrográfica urbana; recuperação de rios urbanos
urbanism; landscape architecture; urban design; urban watershed; river rehabilitation
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMO
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
???metadata.dc.publisher.initials???: PUC-Campinas
???metadata.dc.publisher.department???: CEATEC – Centro de Ciências Exatas, Ambientais e de Tecnologias
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo
Citation: Cardoso, Francisco José. Ambientes fluviais urbanos: novos paradigmas de projeto. 2017. 365p. Tese (Programa de Pós-Graduação em Urbanismo) - Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas - SP.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/922
Issue Date: 7-Feb-2017
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo - Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
FRANCISCO JOSÉ CARDOSO.pdfTese17.82 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.