???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/993
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: “As Travessuras do Amarelo”: a autorregulação da aprendizagem em um projeto com alunos do 3º ano do Ensino Fundamental
Other Titles: "The Antics of the Yellow": the self-regulation of learning in a project with students of the 3rd Year of Elementary School
???metadata.dc.creator???: Faria, Ana Paula 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Tortella, Jussara Cristina Barboza
???metadata.dc.contributor.referee1???: Megid, Maria Auxiliadora Bueno Andrade
???metadata.dc.contributor.referee2???: Tognetta, Luciene Regina Paulino
???metadata.dc.description.resumo???: Entendemos que o professor pode auxiliar intencionalmente os alunos na construção de estratégias de autorregulação de suas aprendizagens com o objetivo de que eles se tornem agentes deste processo. A partir desse pressuposto, o objetivo geral desta pesquisa é investigar se e como há mudanças de comportamento relacionadas aos aspectos sociomorais e cognitivos em alunos do 3º ano do Ensino Fundamental participantes de um projeto de autorregulação. Por objetivos específicos apresentamos: i) Analisar o modo como as crianças interagem e participam das atividades do projeto; ii) Analisar a postura, a fala e os comportamentos dos alunos que evidenciem questões relacionadas aos aspectos sociomorais e cognitivos em sala de aula. Essa pesquisa caracteriza-se como um estudo descritivo e exploratório, de caráter qualitativo, fundamentado na perspectiva sociocognitiva. A pesquisa foi desenvolvida em um Colégio de Aplicação de uma cidade do interior do Estado de São Paulo e teve como sujeitos 20 alunos, com idades entre oito e nove anos, e uma professora do 3º ano do Ensino Fundamental. Para a produção do material empírico foram utilizados como instrumentos 1) a observação da sala de aula, para a qual utilizamos um protocolo de observação geral e outro com foco no comportamento dos alunos, destacando alguns pontos específicos para conduzir a observação, tais como: regras, interações entre pares e entre professora e alunos, realização das atividades e estratégias de autorregulação da aprendizagem; 2) entrevistas com foco na percepção da professora sobre o projeto, seu desenvolvimento em classe e as aprendizagens observadas por ela. A análise dos dados qualitativos foi realizada a partir da perspectiva da análise de conteúdo, a partir de dois eixos: A interação e participação das crianças nas atividades do projeto “As travessuras do Amarelo”; Postura, fala e comportamentos que evidenciam questões morais e cognitivas. O eixo 1 abarcou três categorias: Ajuda social; Organização e transformação; Atenção; e o eixo 2 cinco categorias: Iniciativa para resolver situações por meio do diálogo; Estudo; PLEA durante as atividades do projeto; Manifestação de opiniões e sentimentos; Comportamento na ausência da professora V. Os resultados indicaram: a) mudanças de comportamento que, embora discretas, são indícios de que os alunos estavam se apropriando das estratégias de autorregulação, a partir do desenvolvimento do projeto “As travessuras do Amarelo”; b) mudanças principalmente com relação a organização geral dos alunos e autonomia na resolução de conflitos. Com esta pesquisa, espera-se contribuir com a discussão sobre autorregulação na Educação Básica no âmbito da formação de professores e destacar a importância da aprendizagem significativa, autônoma e feliz do aluno.
Abstract: We understand that the teacher can intentionally assist the students in the construction of self- regulation strategies of their learning with the aim that they become agents of such process. Based on this assumption, the general objective of this research is to investigate if and how there are behavioral changes in the socioeconomic and cognitive aspects of students of the 3rd year of Elementary School participating in a self-regulation project; And the specific objectives are: I) To analyze how children interact and participate in the project activities; II) To analyze students' posture, speech and behaviors, which show the issues related to the sociomoral and cognitive aspects in the classroom. This research is characterized as a descriptive and exploratory study, with a qualitative character, based on the sociocognitive perspective. The research was developed in a School of Application in a city in the countryside of São Paulo State and had as subjects 20 students, ages between 8 and 9, and a teacher, all from the 3rd year of Elementary School. For the production of the empirical material, observation of the classroom was used as a tool to which we followed a protocol of general observation and another one focusing on the students' behavior, highlighting some specific points to conduct it, such as: rules, interactions between peers and between the teacher and students, course of activities and strategies of self-regulation of learning. We also conducted interviews focused on the teacher's perception of the project, its development in the classroom and the students’ learning she perceived. The analysis of the qualitative data was carried out from the perspective of content analysis based on two axes: The interaction and participation of the children in the activities of the project "The Antics of the Yellow"; Posture, speech and behaviors that showed moral and cognitive issues. Axis 1 covered three categories: Social support; Organization and transformation; and Attention; And axis 2, five categories: Initiative to resolve situations through dialogue; Study; Planning, Execution and Evaluation during project activities; Manifestation of opinions and feelings; Behavior in the absence of teacher V. The results indicated: a) Behavior changes that, although discrete, evidenced that the students were obtaining the strategies of self-regulation from their involvement with the project "The Antics of the Yellow"; b) changes mainly in relation to a general organization of the students and their autonomy in the resolution of conflicts. With this research, it is expected to contribute with the discussion about self- regulation in Basic Education in the scope of teacher training, and also to highlight the importance of a meaningful, autonomous and happy learning process for students.
Keywords: Autorregulação; Desenvolvimento sociomoral; Formação de professores; Ensino Fundamental.
Self-regulation; Sociomoral development; Teacher training; Elementary School.
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::ENSINO-APRENDIZAGEM::AVALIACAO DA APRENDIZAGEM
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
???metadata.dc.publisher.initials???: PUC-Campinas
???metadata.dc.publisher.department???: CCHSA – Centro de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citation: Faria, Ana Paula. “As Travessuras do Amarelo”: a autorregulação da aprendizagem em um projeto com alunos do 3º ano do Ensino Fundamental. 2017. 146p. Dissertação( Programa de Pós-Graduação em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas-SP.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: http://tede.bibliotecadigital.puc-campinas.edu.br:8080/jspui/handle/tede/993
Issue Date: 13-Feb-2017
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação - Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ANA PAULA FARIA.pdf2.43 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.